Topo

Diversidade


Britânica sofre homofobia em voo e acusa companhia aérea de omissão

Foto postada em rede social com passageiros de voo acusados de homofobia - Reprodução/Twitter
Foto postada em rede social com passageiros de voo acusados de homofobia Imagem: Reprodução/Twitter

Da Universa

20/06/2019 16h53

A britânica Laura Muldoon postou uma foto de um grupo de homens em um voo em sua conta no Twitter, acusando-os de homofobia. Na imagem, um deles aparece mostrando os dois dedos do meio para a Laura.

Na legenda da foto, Laura escreve que eles a chamaram de "lesbo", termo em inglês usado para se referir pejorativamente a uma mulher lésbica. A gerente de mídias sociais escreveu outras ofensas que ouviu e colocou o número do voo, que tinha a cidade de Sevilha como destino.

Além de descrever a cena lamentável de homofobia, Laura ressaltou que ninguém da equipe de voo lhe prestou ajuda ou sequer se manifestou. Na postagem, ela marcou a companhia aérea responsável pelo voo, a Ryanair, que respondeu à reclamação na sequência.

Primeira foto do feriado! Desse bando de caras que me chamaram de "vadia miserável", "sapatão" e "lesbo" (muito bem observado!) no voo da Ryanair 12.27 de Stansted para Sevilha hoje. Ah, sim, a equipe de bordo não fez nada.

"Lamentamos saber disso. Por favor, nos envie sua reclamação para que o nosso departamento de serviço ao consumidor possa investigar isso", tuitou a conta oficial da empresa.

Laura recebeu diversas respostas de apoio de diferentes perfis. "Ryanair precisa resolver isso agora", escreveu um. "Lamento que isso tenha acontecido e espero que você tenha um ótimo feriado apesar desses babacas", comentou outro. "Você deveria denunciar isso à polícia", opinou uma pessoa.