Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


A gíria "top" dominou a internet e despertou a fúria do Padre Fábio de Melo

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Gustavo Frank

Da Universa

28/05/2019 14h51

Você certamente já deve ter presenciado alguém dizendo "top" na roda de amigos.

Começou como uma gíria usado pelo público heterossexual, depois disso criou asas e virou deboche entre a comunidade LGBT, que depois resolveu adotá-la no seu vocabulário extenso.

É tiro e queda, uma vez dito "top", nenhuma outra palavra vai trazer o mesmo sentido que ela:

O que poucas pessoas esperavam era que a gíria daria origem a outros termos derivados dela. E quem parece ter se irritado com isso foi o Padre Fábio de Melo, que manifestou sua insatisfação no Twitter.

"Não bastando o uso da famigerada expressão TOP, algumas pessoas evoluíram-na para TOPZERA. Não temos um só dia de sossego", escreveu ele no tuite, que já ultrapassou as 37 mil curtidas.

O próprio tuite do Padre é a prova de que a palavra top se mistura muito bem: "Evoluíram-na para topzera"; a frase é praticamente uma obra de arte da língua portuguesa.

Sim, é um caminho sem volta:

Mais do que top, topson:

Mais do que topson, topíssimo, topper:

Top da Silva porque o brasileiro precisa deixar sua marca:

Topzada, um top da pesada:

Maravilha de top:

O único top capaz de vencer Thanos:

É top para todos os lados:

Alguém tem dúvidas de que Aracy da Top Therm foi a grande precursora?

Sem mágoas, Padre, mas...