PUBLICIDADE

Topo

Universa

Gal Costa: "A idade que tenho no papel não é a mesma que tenho na cabeça"

Gal Costa endossa campanha #OCorpoIdealÉoSeu da publicação - Divulgação
Gal Costa endossa campanha #OCorpoIdealÉoSeu da publicação Imagem: Divulgação

Do UOL

30/10/2017 18h08

Além da capa com Pabllo Vittar, a edição brasileira da “Marie Claire” deste mês também traz a cantora Gal Costa como representante da diversidade feminina.

Musa inspiradora da Tropicália, Gal Costa falou sobre um assunto que é natural e ao mesmo tempo inquietante para si, o corpo. Com 72 anos, a cantora diz não ter levado susto ao chegar aos 70, no entanto, a preocupação em não engordar é constante, já que tem tendência.

“O que acho maravilhoso é que não me sinto uma senhora. Quando era criança, quem tinha 70 anos para mim era uma velhinha. Não sou idosa. Sei que tenho idade para ser uma. Mas tenho tanta disposição, sou superfeliz por isso. A idade que tenho no papel não é a mesma que tenho na cabeça”, afirmou ela que foi um dos grandes símbolos de liberdade no final dos anos 60 e começo dos 70.

 

A post shared by Marie Claire Brasil (@marieclairebr)

 

 

 

on

Universa