Topo

Plano espacial de Musk prepara foguete mais alto que a Estátua da Liberdade

Falcon Heavy, o foguete peso-pesado da SpaceX - Divulgação/SpaceX
Falcon Heavy, o foguete peso-pesado da SpaceX Imagem: Divulgação/SpaceX

Joey Roulette

Da Reuters, em Orlando (EUA)

02/08/2019 18h45

A SpaceX está ampliando instalações no Estado norte-americano da Flórida para abrir espaço para o lançamento de um gigantesco foguete da companhia, chamado de Starship, segundo esboço dos planos visto pela Reuters nesta sexta-feira (3).

O Starship, um foguete reutilizável de 117 metros de altura e dois estágios, é mais alto que a Estátua da Liberdade e é a peça central das ambições da SpaceX de fornecer viagens interplanetárias, bem como do objetivo da agência espacial norte-americana, Nasa, de enviar humanos à Lua em 2024.

O foguete deve ser lançado até 24 vezes por ano segundo o esboço dos planos. A SpaceX não especifica quando pretende alcançar tal ritmo, mas o bilionário Elon Musk, seu controlador, afirmou em setembro de 2018 que queria que a empresa estivesse conduzindo viagens orbitais com o Starship em dois a três anos.

"Eles estão trabalhando muito rápido", disse Dale Ketcham, vice-presidente de relações de governo da Space Florida, a agência de desenvolvimento espacial com fins comerciais do Estado. "Isto está realmente ficando mais perto do motivo pelo qual Elon entrou neste negócio. Isto é a infraestrutura fundamental para se chegar a Marte, os primeiros estágios para isso."

Separadamente, a Boeing está desenvolvendo o colossal Sistema de Lançamento Espacial da Nasa para ancorar o programa Artemis da agência, de viagens para Marte a partir da Lua. Porém, a empresa está anos atrás do cronograma.

Esta semana, a Nasa anunciou que planeja trabalhar com a SpaceX para desenvolver um método para pouso de foguetes na Lua e para uma estação de reabastecimento que possa ser usada em explorações espaciais mais profundas.

"Reabastecimento orbital é vital para o futuro da humanidade no espaço", escreveu Musk no Twitter na quinta-feira.

Entenda a tecnologia por trás das nossas coisas

Leia mais

Eletrônicos (in)úteis, robôs e mais bugigangas...

Gadgets que queremos

Inovação