PUBLICIDADE
Topo

Cinco planetas aparecerão alinhados no céu nesta sexta; veja como observar

Alinhamento planetário visto dos EUA em 2016: Mercúrio, Vênus, Saturno, Lua cheia, Marte e Júpiter - Marion Haligowski
Alinhamento planetário visto dos EUA em 2016: Mercúrio, Vênus, Saturno, Lua cheia, Marte e Júpiter Imagem: Marion Haligowski

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt, em São Paulo

02/06/2022 16h02

Os cinco planetas do Sistema Solar visíveis da Terra a olho nu estarão alinhados em nosso céu neste mês: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. Essa conjunção planetária é vista pelos astrônomos como ainda mais especial, pois eles aparecerão nessa ordem, a mesma em que orbiram o Sol.

As primeiras oportunidades de observação acontecem durante as manhãs de sexta-feira (3) e sábado (4). Para ver todos ao mesmo tempo no céu, é preciso acordar bem cedo, cerca de uma hora antes de o Sol nascer —nesse horário Mercúrio estará despontando no horizonte, completando o quinteto, antes de ele ser "engolido" pelo amanhecer.

O melhor horário para visualizar a formação será entre 5h30 e 6h10, antes do céu ser tomado pelos raios solares. Não é preciso qualquer instrumento, basta ter uma vista desobstruída do horizonte noroeste (direção que o Sol nasce).

alinhamento 1 - Stellarium - Stellarium
Céu de São Paulo, em 4/6, às 5h50
Imagem: Stellarium

Como observar?

Uma dica é usar algum site ou app de astronomia (como Skywalk, Starchart, Sky Safari ou Stellarium) para descobrir a posição dos objetos e os horários de visibilidade em sua região.

Vênus e Júpiter são os planetas mais brilhantes e mais fáceis de localizar no céu — e podem te guiar para encontrar a turma toda.

Dos cinco planetas visíveis a olho nu, Mercúrio é o mais difícil de se observar, pois é o mais próximo do Sol —e acaba ofuscado por seu brilho.

Outras datas para observar os cinco planetas

Além deste final de semana, Mercúrio alcançará sua elongação máxima a Oeste (ou seja, mais afastado de nossa estrela) no dia 16 de junho. Com isso, sua luz será menos impactada pela do Sol.

No dia 24, a Lua ainda surgirá para deixar a observação ainda mais rica junto ao alinhamento quíntuplo — ela aparecerá entre Vênus e Marte.

Os planetas estarão bem espaçados pelo céu, e Mercúrio em posição um pouco mais favorável:

alinhamento 2 - Stellarium - Stellarium
Céu de São Paulo, em 24/6, às 5h50
Imagem: Stellarium

Ilusão de ótica

Vale lembrar que os planetas não estão de fato próximos no espaço. A formação é uma ilusão de ótica, devido ao nosso ponto de vista da Terra e ao movimento dos corpos celestes. Cada um está em sua órbita ao redor do Sol, a milhões de quilômetros um do outro, e também muito distantes daqui.

Durante todo o mês, eles renderão belíssimos espetáculos noturnos. Não é incomum vermos dois ou três planetas em conjunção. Mas os cinco ao mesmo tempo é algo raro — ainda mais na ordem de distância do Sol. Essa cena não era vista desde dezembro de 2004.

*Com informações de Sky&Telescope e Time And Date