PUBLICIDADE
Topo

É penta! Brasileira ganha destaque pela 5ª vez em desafio mundial da Apple

Karina Tronkos conquistou destaque com projeto que se inspirar na natureza para desenvolver produtos e serviços - Arquivo pessoal
Karina Tronkos conquistou destaque com projeto que se inspirar na natureza para desenvolver produtos e serviços Imagem: Arquivo pessoal

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

03/06/2021 04h00

A estudante Karina Tronkos, 24, ganhou, pelo quinto ano consecutivo, destaque no desafio de programação Swift Student Challenge, criado pela Apple. A jovem ficou entre 350 alunos de vários lugares do mundo que tiveram seus trabalhos selecionados pela empresa.

Os competidores tiveram cerca de duas semanas para criar projetos de aplicativos utilizando a Swift, linguagem de programação desenvolvida pela Apple.

Questionada sobre o segredo para chegar ao pentacampeonato, a estudante de ciência da computação da PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), afirmou a Tilt que sempre procura desenvolver projetos pensando na experiência do usuário, o que pode ter ajudado.

"Em vez de focar em mostrar que eu domino certa tecnologia, eu dedico boa parte do meu tempo refinando a minha ideia, o meu storytelling, e estruturando o que eu quero que os avaliadores sintam ao interagir com o meu projeto, o que eu quero que eles levem de aprendizado a partir dele", explicou.

O projeto de destaque

O trabalho desenvolvido por Karina neste ano fala sobre biomimética, uma área de estudo que visa se inspirar na natureza para desenvolver produtos e serviços mais eficientes e de forma sustentável.

"Meu grande desafio foi pegar uma temática não muito simples e tornar didática e engajante em uma experiência interativa de três minutos, que é uma das regras da competição", contou.

App desenvolvido por Karina Tronkos fala sobre biomimética, uma área de estudo que visa se inspirar na natureza para desenvolver produtos e serviços mais eficientes e de forma sustentável - Reprodução - Reprodução
App desenvolvido por Karina Tronkos fala sobre biomimética, uma área de estudo que visa se inspirar na natureza para desenvolver produtos e serviços mais eficientes e de forma sustentável
Imagem: Reprodução

Confiante no desempenho nos últimos cinco anos, Karina ainda não decidiu se tentará um hexacampeonato no desafio. Ela se forma na universidade no ano que vem, mas o plano não está descartado. "Dependendo de como estiver a minha vida ano que vem, pode ser que aconteça", brincou.

Por conta da pandemia, em 2020 e 2021 a premiação de Karina foi diferente das quatro primeiras conquistas. Isso porque o vencedor da competição ganhava como prêmio ir pessoalmente à WWDC (Worldwide Developers Conference), a conferência anual de desenvolvedores da Apple. Nos últimos dois anos, o evento se tornou 100% online por causa da pandemia de covid-19.

De acordo com a Apple, o Swift Student Challenge faz parte do programa Apple Developers Academy, presente no Brasil e em países como Índia, Alemanha e Turquia. Por aqui, o projeto está presente em dez cidades, entre elas Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas e Recife.

Inspirando mulheres a trabalhar com tecnologia

A pentacampeã do desafio internacional quer inspirar mais mulheres a trabalhar com tecnologia. Para isso, ela criou o perfil Nina Talks, no Instagram, onde posta informações sobre a área, como bolsas de estudos, o impacto da tecnologia cognitiva no UX Design, como funciona o QR Code, entre outros.

Atualmente, o perfil de Karina já possui mais de 80 mil seguidores e, segundo ela, possui três pilares: "educar, inspirar e empoderar".

"Meu grande objetivo é democratizar conhecimento. Mostrar que trabalhar com tecnologia não é um 'bicho de sete cabeças'. O lugar da mulher é na tecnologia sim. Nós precisamos fortemente de mais diversidade no universo de tecnologia, não apenas de mulheres, mas de todos os grupos minoritários", ressaltou.

Karina afirma que sente que já conseguiu avançar em seu objetivo de inspirar mulheres: "Meu lema é que, se uma pessoa por dia me mandar uma mensagem agradecendo pelo conteúdo ou comentando que aquilo ajudou ela de alguma forma, meu dever está feito."