PUBLICIDADE
Topo

Demorou! Google enfim cria regras contra apps "gato por lebre" no Android

Estúdio Rebimboca/UOL
Imagem: Estúdio Rebimboca/UOL

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

30/04/2021 17h13

Você já baixou algum aplicativo na Play Store por conta de um título atraente, mas quando abriu não era nada daquilo que prometia? Após anos com esse problema, o Google decidiu combater o problema com novas regras para os títulos e ícones de apps.

Entre as chamadas proibidas estão "grátis", "rápido" e "baixe agora", que costumam atrair muitas pessoas. Além disso, a empresa anunciou que os títulos dos anúncios não poderão ter mais do que 30 caracteres e a proibição de textos ou imagens que indiquem classificação na Play Store, como "#1". Elementos gráficos como troféu também estão proibidos.

"O título, o ícone e o nome do desenvolvedor do aplicativo que não atenderem às políticas futuras não serão permitidos no Google Play", aponta o blog de desenvolvedores Android Developers. A publicação ainda afirma que outras informações, como as datas de início da aplicação, devem ser divulgadas "ainda este ano".

O Google também está incentivando desenvolvedores a colocar nos anúncios capturas de telas que representem com precisão os recursos e a interface do aplicativo. Para mostrar como funcionará na prática, a empresa mostrou alguns exemplos.

Abaixo, a imagem de um anúncio considerado correto pelo Google:

Google Play cria regras contra apps enganosos no Android - 1 - Divulgação/Google - Divulgação/Google
Imagem: Divulgação/Google

Já estas imagens abaixo mostram o que o Google vai passar a considerar como incorreto e proibido na Play Store, como: troféu no ícone do app, descrição do tipo "melhor app do ano", termos como "top" e "#1", nome do app em caixa alta, exclamações e emojis.

Google Play cria regras contra apps enganosos no Android - 2 - Divulgação/Google - Divulgação/Google
Imagem: Divulgação/Google
Google Play cria regras contra apps enganosos no Android - 3 - Divulgação/Google - Divulgação/Google
Imagem: Divulgação/Google

Mudanças nas regras para visualização

O Google também anunciou alterações nos recursos de visualização da Play Store. O gigante da tecnologia fez algumas recomendações para que os apps e jogos melhorem a qualificação na plataforma. Essas diretrizes passam a valer a partir do segundo semestre de 2021.

De acordo com o Google, para que o desenvolvedor consiga uma boa visualização na Play Store, os anúncios dos aplicativos devem responder as seguintes questões:

  • Os recursos de visualização representam com precisão o aplicativo ou jogo?
  • Os ativos de visualização fornecem informações suficientes para ajudar os usuários a decidir se devem instalar?
  • Os recursos de visualização estão livres de chavões como "grátis" ou "melhor" e, em vez disso, concentram-se em fornecer informações significativas sobre os aspectos exclusivos de seu aplicativo ou jogo?
  • Os recursos de visualização estão localizados corretamente e são fáceis de ler?