PUBLICIDADE
Topo

Xiaomi Mi 11 Ultra traz tela na traseira para você se ver antes da selfie

Xiaomi
Imagem: Xiaomi

Thiago Bethônico

Colaboração para Tilt

30/03/2021 17h07Atualizada em 31/03/2021 10h28

Três novos celulares da série Mi 11, da chinesa Xiaomi, foram anunciados nesta segunda (29). A linha abriga os melhores aparelhos que a marca pode fazer. Entre as novidades, o destaque vai para o Mi 11 Ultra, que chega com um sistema de câmeras remodelado e até com uma telinha traseira para tirar selfies com mais qualidade.

Segundo o comunicado da marca, o novo modelo vem com um conjunto de três câmeras: uma principal de 50 MP, uma ultra-grande angular de 48 MP e um sensor telefoto de 48 MP, com lente periscópio que alcança zoom ótico (sem perda de qualidade) de 5x.

A câmera frontal de 20 MP fica num furinho no canto superior esquerdo da tela. Mas quem quiser usar o poderoso conjunto de câmeras traseiras para tirar selfies, agora pode: o novo Mi 11 Ultra conta com uma pequena tela traseira de 1,1 polegada (2,7 cm na diagonal), que te ajuda a se ver na prévia da foto e ajeitar o enquadramento com o celular virado.

A segunda tela usa um painel Oled de 126 x 294 pixels com brilho máximo de 450 nits e, além de selfies, pode ser usada para verificar data, hora, nível de bateria e alertas de notificação quando o celular estiver sobre a mesa com a tela para baixo, por exemplo.

Outro destaque do novo Mi 11 Ultra é a bateria, que foi aumentada para 5.000 mAh (antes eram 4.600 mAh), e pode ser carregada com mais velocidade. Segundo a Xiaomi, usando o carregador de 67 W —com ou sem fio— é possível atingir de 0% a 100% de bateria em impressionantes 36 minutos.

O restante das especificações é semelhante às do Mi 11 convencional, com tela principal Oled de 6,8 polegadas, processador Snapdragon 888, 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento.

Mi 11i e Mi 11 Lite, os mais acessíveis

Xiaomi Mi 11 Lite - Xiaomi - Xiaomi
Imagem: Xiaomi

Além do novo Mi 11 Ultra, a Xiaomi anunciou outros dois aparelhos dentro da série: o Mi 11i e o Mi 11 Lite (nas versões 4G e 5G).

O Mi 11i tem o mesmo poder de processamento do Ultra graças ao chip Snapdragon 888, mas tem um visual mais compacto e um sistema de câmera tripla um pouco mais econômico, liderado por um sensor de 108 MP.

A grande novidade do Mi 11i fica por conta dos alto-falantes duplos Dolby Atmos, tecnologia que, segundo a fabricante, proporciona maior nitidez e imersão sonora, destacando detalhes e corrigindo falhas do áudio.

Já o Mi 11 Lite é semelhante ao Mi 11 convencional, com o diferencial de ser mais fino e leve. De acordo com a marca, o aparelho não pesa mais que 159 g e tem apenas 6,81 mm de espessura.

O Mi 11 Lite também é o primeiro celular a ser lançado com o novo processador Snapdragon 780, de desempenho intermediário, que a Qualcomm anunciou na semana passada.

Preço dos novos Mi 11

A Xiaomi não forneceu detalhes sobre quando os novos modelos da série Mi 11 devem chegar ao Brasil. Por enquanto, a família de celulares só teve preços divulgados na Europa:

  • Xiaomi Mi 11 Ultra: 1.199 euros (cerca de R$ 8.066);
  • Xiaomi Mi 11i: 649 euros (cerca de R$ 4.366);
  • Xiaomi Mi 11 Lite 5G: 369 euros (cerca de R$ 2.482);
  • Xiaomi Mi 11 Lite 4G: 299 euros (cerca de R$ 2.011).
Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado no texto, a segunda tela do Xiaomi Mi 11 Ultra usa um painel Oled de 126 x 294 pixels, e não de 126 x 294 centímetros. O texto foi corrigido.