PUBLICIDADE
Topo

TV


TV 8K da Samsung traz "som em movimento"; modelo mais caro custa R$ 99.999

TV 8K da Samsung exibida na feira CES 2020, em Las Vegas - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
TV 8K da Samsung exibida na feira CES 2020, em Las Vegas Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

16/06/2020 18h25

Sem tempo, irmão

  • Samsung lança no Brasil novas linhas de TVs para 2020
  • Modelo mais caro é uma QLed 8K que praticamente não tem bordas
  • Aparelhos de ponta têm como destaque função de "som em movimento"
  • Outra novidade é linha nova e mais acessível com tecnologias avançadas

As novas televisões de 2020 da Samsung chegaram oficialmente nesta terça-feira (16) ao Brasil. Os aparelhos desembarcam após cinco meses do seu lançamento na CES 2020, maior feira de eletrônicos do mundo, ocorrida em Las Vegas. Os valores dos produtos variam entre R$ 2.299 e R$ 99.999.

O grande chamariz é o "som em movimento", nome de um recurso dos modelos QLeds de 8K e 4K. Também chegaram novos modelos da The Frame —que funciona como uma "obra de arte" pendurada na parede e já era vendida no país, mas ganhou novas versões neste ano. Veja abaixo todos os modelos e preços.

Qled 8K:

Q950T (75 e 85 polegadas): entre R$ 39.999 e R$ 99.999
Q800T (65 e 75 polegadas): entre R$ 17.999 e R$ 26.999

The Frame (43 ou 55 polegadas): entre R$ 5.999 e R$ 7.999

Qled 4K:

Q95T (55 e 65 polegadas): R$ 11.999 (65)
Q80T (55, 65 e 75 polegadas): R$ 10.999 (65)
Q70T (55, 65, 75 e 85 polegadas): entre R$ 4.999 e R$ 19.999
Q60T (50, 55, 65, 75 e 85 polegadas): de R$ 3.499 a R$ 4.099 nos dois menores

Crystal UHD:

TU 8000 (50, 55, 65, 75 e 82 polegadas): entre R$ 2.899 e R$ 16.999
TU 7000 (43, 50, 55, 58, 65 e 70 polegadas): entre R$ 2.299 e R$ 7.299

Som inteligente

O tal "som em movimento" das TVs QLed é como se fosse um home theater embutido: ele "lê" a área da imagem em que rola o som e aí os alto-falantes tocam de acordo com a posição da ação desta imagem, seja nas laterais, em baixo ou na parte superior da tela.

Esse é um recurso que outros fabricantes usam de forma diferente. A Sony, por exemplo, conta com um som que sai da própria tela. Tilt viu o recurso da Samsung em ação na CES e, de fato, aumenta a imersão do conteúdo, com o som acompanhando a área em que o áudio é emitido.

Outro novo recurso faz um ajuste automático de áudio ao ambiente. Quando alguém liga um liquidificador na residência, por exemplo, a televisão entende esse barulho externo e aumenta o volume automaticamente.

O novo portfólio ainda traz, segundo a marca, melhorias na imagem e no upscaling (ampliação automática de conteúdos) e modo game mais avançado. Alguns modelos —como as 8K e a maioria das QLed 4K— terão também um brilho que se ajusta à luz do ambiente, como nos celulares.

As televisões novas terão uma função de "sincronia total" com soundbars. Até o fim do ano, as TVs terão ainda todos os assistentes por voz principais no mercado: Alexa (que já funciona), Bixby (da Samsung, que funcionará no 3º trimestre) e Google Assistant (a partir do 4º trimestre).

8K sem bordas

Televisão mais cara do lançamento, a Q950T conta com um design praticamente livre de bordas. Vista de frente, ela tem 99% de tela. É um movimento que aconteceu com os celulares da empresa a partir de 2018, com o Galaxy S8.

A Samsung entende que o 8K já começa a fazer mais sentido, com o YouTube e provedores de conteúdo trazendo essa qualidade de imagem, além de videogames novos. Nesta semana a Sony anunciou o PlayStation 5 com 8K.

O design da TV 8K e também da mais cara 4K conta também com o suporte No Gap, que deixa a televisão praticamente colada à parede. No caso da 8K, os acessórios já vêm inclusos com o televisor.

Novas TVs intermediárias

A Samsung trouxe ainda uma nova categoria de TVs intermediárias chamada Crystal UHD. Os modelos contarão com diversos recursos que antes eram exclusivos da categoria QLed. O processador destes novos modelos fazem o upscaling de imagem melhor e vêm com recursos antes exclusivos a modelos mais caros:

  • Controle único para todos dispositivos
  • HDR Premium
  • Cabos escondido na traseira
  • Modo Game automático (na TU 8000)
  • Modo Ambiente para foto (na TU 8000)
  • Comando de voz e assistentes de voz (na TU 8000)

Mais The Frame no país

Os novos modelos da The Frame, de 43 e 55 polegadas, fazem parte da estratégia da Samsung, antagônica à da grande rival LG, de expor e reposicionar o uso dos televisores em casa como se fossem parte orgânica da decoração.

Já o paredão modular The Wall feito por MicroLed, que ganhou novas versões gigantescas, continua à venda sob demanda no Brasil, já que envolve um processo de personalização do produto.

A marca sul-coreana diz que a pandemia de coronavírus causou só uma pequena queda na venda de TVs. Houve um crescimento de 4% até março, em relação ao mesmo período no ano passado. Em abril, caiu e ficou em -1%. A expectativa da empresa é que até maio o segmento volte a crescer.

"O mercado de TVs está nos surpreendendo. Todo mundo está há três meses em casa, e cada um da família quer ver uma coisa na TV, aí aumenta-se o número de aparelhos em casa. Nossos dados também mostram aumento de 40% de pessoas nos aplicativos da TV", afirma ao Tilt Érico Traldi, diretor de produto das áreas de TV e áudio da Samsung Brasil.