PUBLICIDADE
Topo

Astrônomos descobrem planetas com textura de "algodão-doce"

Exoplanetas descobertos a mais de 2,6 mil anos-luz de distância - Shutterstock
Exoplanetas descobertos a mais de 2,6 mil anos-luz de distância Imagem: Shutterstock

De Tilt, em São Paulo

20/12/2019 11h38

Astrônomos da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, acabam de concluir um estudo detalhado que mostra a existência de planetas "fofos".

De acordo com o site Science Alert, alguns exoplanetas descobertos a mais de 2,6 mil anos-luz de distância, têm a densidade espetacularmente baixa, menor do que 0,1 grama por centímetro cúbico. Isso faz com que a textura dos planetas seja comparada a algodão-doce.

"Este é um exemplo extremo do que há de tão legal nos exoplanetas em geral", disse o cientista Zachory Berta-Thompson, da Universidade do Colorado. "Eles nos dão a oportunidade de estudar mundos muito diferentes dos nossos, mas também colocam os planetas em nosso próprio Sistema Solar em um contexto maior."

Os três planetas foram encontrados orbitando a estrela chamada Kepler 51. Eles foram descobertos em 2012, mas só em 2014 a densidade passou a ser estudada. Agora, usando as observações feitas com o Telescópio Espacial Hubble, uma equipe de astrônomos revelou o que está acontecendo com a atmosfera dos planetas.

Astronomia