Topo

Alemães criam sistema automático de pouso de avião; veja em ação

A aeronave Diamond DA42 foi modificada para voar e pousar sem ajuda de piloto ou sinais externos - Andreas Dekiert/TUM/Divulgação
A aeronave Diamond DA42 foi modificada para voar e pousar sem ajuda de piloto ou sinais externos Imagem: Andreas Dekiert/TUM/Divulgação

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

07/07/2019 11h20

Resumo da notícia

  • Novo sistema é independente de sinais de rádio: câmeras orientam pouso de aeronave
  • Novidade foi criada pensando em aeroportos menores, com menos equipamentos para orientação de aeronaves
  • Pesquisadores consideram avanço fundamental para "papel futuro da aviação"

Aviões comerciais têm sistemas avançados de piloto automático que podem até pousar um avião em um dia chuvoso, com péssima visibilidade para os pilotos - é o chamado pouso por instrumentos. No entanto, nem todo aeroporto está equipado para fornecer os sinais de rádio que orientam os aviões nestas situações. Foi pensando nisso que pesquisadores da Universidade Técnica de Munique inventaram um novo sistema de pouso de aeronaves, divulgado nesta semana.

Citando os casos em que o sistema de pouso por instrumentos não está disponível, os autores do trabalho explicam que o método usado por aviões é navegar com sinais de GPS. No entanto, esse método tem suas imprecisões, já que o GPS é afetado por condições atmosféricas adversas. Isso impede que uma aeronave pouse "sozinha", necessitando que um piloto assuma o controle a uma altitude de cerca de 60 metros para a aterrissagem.

Para solucionar isso, em conjunto com colegas da Universidade Técnica de Braunschweig, os pesquisadores desenvolveram um método que usa referências óticas para que o avião enxergue onde está a pista, se alinhe e pouse sem que o piloto precise mexer as mãos. São dois tipos de "visão" operando ao mesmo tempo: uma câmera normal, mais apropriada para dias abertos, e outra com infravermelho, para voos em dias de visibilidade prejudicada.

As imagens geradas são processadas por um software que informa ao sistema do avião o posicionamento dele em relação à pista. Aí entra em jogo o sistema de controle automático instalado na aeronave Diamond DA42, modificada para voar com autonomia assim que o piloto aperta um botão. Dali em diante, o computador faz tudo sozinho.

A pesquisa e todos esses sistemas foram testados em maio na Alemanha, com sucesso. Havia um piloto e um passageiro na pequena aeronave modificada, mas depois da ativação do piloto automático, nenhum dos dois precisou mexer em nada. O vídeo a seguir mostra tudo em ação.

O pesquisador Martin Kügler, um dos participantes do projeto, destacou que "o pouso automático é essencial, especialmente no contexto do papel futuro da aviação". Ele se refere, por exemplo, aos "táxis voadores autônomos", tipo de serviço que a Uber desenvolve com parceiros. Outras empresas também tentam criar o modelo ideal de aeronave para esse tipo de transporte.

Se você fica reticente da segurança desse sistema de pouso automático criado pelos alemães, passamos a palavra ao piloto que estava no voo teste:

As câmeras reconhecem a pista a uma grande distância do aeroporto. O sistema então guia a aeronave durante a aproximação do pouso de forma completamente automática e pousa precisamente na linha central da pista
Thommas Wimmer, piloto de teste do Diamond DA42 modificado

Mais Inovação