PUBLICIDADE
Topo

Microsoft vai 'aposentar' Windows 7, e atualizações de segurança acabarão

Se você ainda usa Windows 7, fique esperto: o suporte acaba em 2020 -
Se você ainda usa Windows 7, fique esperto: o suporte acaba em 2020

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

22/03/2019 13h46

Muita gente vai ter que atualizar o sistema operacional em breve, caso queira continuar a usar o computador com segurança. A Microsoft anunciou que vai deixar de fornecer atualizações de segurança ao Windows 7, a segunda mais popular versão de seu sistema operacional.

Em aviso que começou a ser enviado a usuários nesta terça-feira (19), a empresa informou que o Windows 7 deixará de receber melhorias em 14 de janeiro de 2020.

A Microsoft assumiu o compromisso de fornecer 10 anos de suporte ao Windows 7 quando ele foi lançado em 22 de outubro de 2009. Quando esse período de 10 anos terminar, a Microsoft interromperá o suporte do Windows 7 para podermos concentrar nosso investimento no suporte a novas tecnologias e experiências

Microsoft

A companhia informa em sua página de suporte que, depois de 14 de janeiro, "a assistência técnica e as atualizações de software do Windows Update que ajudam a proteger o seu PC não estarão mais disponíveis para o produto".

Ainda que tenha sido lançado há quase dez anos, o Windows 7 é usado por 32,2% dos brasileiros que possuem um computador com o Windows instalado, conforme dados da GlobalStats, consultoria que acompanha a adoção de plataformas digitais. Os números de adoção do sistema são similares ao resto do mundo, onde esse índice chega a 33,89%.

Adoção das versões do Windows no Brasil:

  • Windows 10: 59,64 %
  • Windows 7: 32,26 %
  • Windows 8.1: 5,85 %
  • Windows 8: 1,56 %
  • Windows XP: 0,59 %
  • Windows Vista: 0,09 %
Adoção do Windows no mundo:
  • Windows 10: 54,78%
  • Windows 7: 33,89%
  • Windows 8.1: 6,55%
  • Windows 8: 2,17%
  • Windows XP: 1,97%
  • Windows Vista: 0,56%

A Microsoft orienta as pessoas que ainda usam o Windows 7 a migrarem para a versão mais recente do sistema operacional, o Windows 10. Para a empresa, isso pode "evitar uma situação em que você precise de serviço ou suporte que não esteja mais disponível".