PUBLICIDADE
Topo

App


Ruim para o seu bolso: Apple aumentará preços de aplicativos no Brasil

Desenvolvedores foram avisados de aumento antes dos usuários - Getty Images
Desenvolvedores foram avisados de aumento antes dos usuários Imagem: Getty Images

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

31/10/2018 18h07

Os preços de aplicativos na App Store do Brasil irão aumentar. A Apple notificou desenvolvedores de apps que um ajuste nos valores estava a caminho, em decorrência de variações do câmbio entre o Dólar e o Real. Uma data específica para isso ainda não foi determinada.

A empresa avisou desenvolvedores que “nos próximos dias, preços de aplicativos e compras dentro de apps (excluindo assinaturas com renovação automática) vão aumentar na App Store no Brasil, Nova Zelândia e Turquia”. Cristian Feldes e Renato Sanches, desenvolvedores com, respectivamente, cinco e dois apps publicados na loja, confirmaram ao UOL o recebimento comunicado.

VEJA TAMBÉM

Atualmente, a conversão do valor cobrado na loja brasileira flutua de acordo com uma tabela da própria Apple. Aplicativos vendidos a US$ 0,99 têm uma conversão variável baseada em três níveis, podendo custar R$ 0,90, 1,90 e 3,50 - o desenvolvedor escolhe qual adotar. As demais categorias, de US$ 1,99, 2,99 e 3,99, não trazem essas variações, custando R$ 6,90, 9,90 e 12,90, respectivamente. Preços maiores do que US$ 3,99 também são convertidos de acordo com valores tabelados.

Os brasileiros donos de iPhones e outros produtos da Apple passaram a comprar em Real no início de 2018. Antes, a empresa cobrava em Dólar, valor que era convertido em Real pelas empresas de cartão de crédito e ganhava o adicional do IOF (Imposto sobre operações financeiras).

O valor do dólar tem ficado consistentemente acima de R$ 3,70, com picos acima de R$ 4,00 entre agosto e o final de setembro deste ano. Espera-se que o ajuste reflita um valor próximo disso, mas a empresa não fez anúncios sobre o tema. O UOL Tecnologia contatou a Apple, mas ela não havia respondido até o momento da publicação desta matéria.

A notícia vem um dia depois de a Apple revelar os preços de sua nova linha de celulares para o Brasil. O iPhone XS Max de 512 GB, por exemplo, custará R$ 9.999, grana que seria suficiente para comprar motos, viagens para o exterior e até carros. O mais “barato” será o iPhone XR de 64GB, com preço sugerido de R$ 5.199, enquanto o iPhone XS de 64 GB custará R$ 7.299.

$escape.getH()uolbr_geraModulos(‘embed-infografico’,‘/2018/um-iphonao-desse-bicho-1536927916516.vm’)

App