PUBLICIDADE

Topo

Rumo ao Japão: Brasileiro garante vaga no mundial de Samurai Shodown

Kleber Yagami vence o Battle Coliseum e garante uma vaga na SNK World Championship - Jefferson Kayo/UOL
Kleber Yagami vence o Battle Coliseum e garante uma vaga na SNK World Championship Imagem: Jefferson Kayo/UOL

Jefferson Kayo

Colaboração para o START

11/12/2019 04h00

Depois de um dia inteiro de competição e duas finais muito disputadas, o Battle Coliseum, evento realizado em São Paulo no último final de semana, elegeu seus campeões em "Samurai Shodown" e "The King of Fighters XIV". De quebra, também garantiu a representação latino-americana para a SNK World Tour, o torneio oficial da SNK nessas duas categorias.

O brasileiro Kleber Yagami não conseguiu a vaga em "KoF", mas foi o campeão em "Samurai Shodown" e vai representar o Brasil no mundial, que acontecerá no Japão em março de 2020.

Rivalidade Brasil x Peru

Battle Coliseum - Brasil Peru - Jefferson Kayo/UOL - Jefferson Kayo/UOL
Rivalidade entre Brasil e Peru no Battle Coliseum, disputado em São Paulo
Imagem: Jefferson Kayo/UOL

Era bonito de ver a torcida a favor do Brasil. Aliás, bonito para quem era brasileiro, já que os peruanos que estavam na disputa talvez tenham se sentido um tanto intimidados. Afinal, o jeitinho nada singelo dos torcedores estava presente, com gritos que você ouviria em um estádio de futebol e palavrões que não serão reproduzidos aqui.

A comunidade de jogos de luta costuma ser assim: eles têm esse jeitinho brucutu de agir, mas em nenhum momento vão além das provocações saudáveis, o famoso "trash talk". Os jogadores são bem amigáveis (quando não estão torcendo) e estão sempre de braços abertos a receber os novatos.

No torneio, o Brasil só conseguiu garantir uma das vagas do Battle Coliseum, já que a final de KOFXIV foi realizada entre dois peruanos. Kleber Yagami, um dos mais cotados a levar a disputa, foi derrotado na última partida da chave de repescagem (Losers Finals), abrindo o caminho para Gustavo Martin "Vader.pe". Após dois sets contra Javier Yagami, ele sagrou-se campeão e dono da vaga para a disputa no Japão.

A falta de outras competições locais que envolvessem "The King of Fighters XIV" prejudicou um pouco o brasileiro. "Como não tinha evento [de KOFXIV], o pessoal meio que desistiu do jogo, não tava mais dando importância, enquanto o pessoal do Chile, Peru ainda investe bastante no XIV, e eles estavam jogando demais", explica Kleber, que fez bonito durante toda a competição, mas encontrou um adversário mais preparado naquele momento.

Duelo entre ninjas e samurais

Hanzo Samurai Shodown - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O terceiro lugar em KOFXIV não significava o fim da linha para Kleber Yagami, que também disputava - e era um dos favoritos - o torneio de "Samurai Shodown", o mais novo game lançado pela SNK e que foi uma das grandes atrações do EVO 2019 já na sua estreia no evento.

Lançado no final de junho, "Samurai Shodown" vem atraindo os olhos da comunidade. Ele tem uma jogabilidade até que simples, se comparada a outros jogos do mercado, mas que mexe muito com a experiência de cada jogador dentro desse universo de jogos de luta. Um jogo que exige muita paciência e análise da situação, faz você se colocar na cabeça do adversário e procurar uma dúvida, um erro qualquer que possa ser convertido em dano. Aqui, qualquer corte de espada pode ser fatal.

O primeiro adversário de Kleber no TOP 8 foi Jessé Willian "Trema". O vencedor tinha a garantia de esperar seu desafiante na final do torneio. Trema, que durante o Treta Championship deste ano havia garantido o sétimo lugar da disputa, mandou Kleber para a losers com um convincente 2x0.

No entanto, isso não foi suficiente para intimidar Kleber, que depois de partidas dificílimas conseguiu chegar à final da losers enfrentando ninguém menos que o peruano Javier Yagami. Aqui não valia somente a vaga para a grande final, mas também a garantia do Brasil de conseguir uma vaga na SNK World Tour em definitivo.

A gritaria fazia parecer que Kleber e Javier estavam se enfrentando na grande final. Mas a verdade é que ninguém ali estava querendo engolir outra vitória peruana num torneio realizado no Brasil e com alguns dos melhores jogadores brasileiros na disputa. Após um vacilo do peruano, que soltou o especial do Jubei no momento errado, Kleber conseguiu vencê-lo e tentar uma revanche contra Trema na grande final.

Battle Coliseum 12 - Jefferson Kayo/UOL - Jefferson Kayo/UOL
Imagem: Jefferson Kayo/UOL

Trema é famoso na cena brasileira, e seu apelido é bem peculiar. Por aqui ele é chamado por alguns de "O Destruidor de Cenas", porque diz a lenda que, quando Trema aprende um jogo e participa de um campeonato, seus adversários precisam se contentar com o segundo lugar. Exageros e brincadeiras à parte, o cara não estava ali na final pela chave dos vencedores à toa.

A disputa aconteceu num confronto espelhado entre dois Hanzo, um dos personagens mais famosos do jogo, mas que nem sempre é escolhido por conta das inúmeras "Charlottes", "Jubeis" e "Genjuros" que sempre ganham a preferência e ofuscam a concorrência.

Kleber precisou vencer dois sets inteiros, seis partidas ao todo, para desbancar Trema e ser o campeão. As partidas não foram fáceis, e depois de um 1x3 e outro 2x3 para o jogador do GuaruFighters, Kleber conquistava não só a vitória como também a vaga para a disputa da SNK World Tour.

Próximo passo: Japão

Battle Coliseum cinturão - Jefferson Kayo/UOL - Jefferson Kayo/UOL
Imagem: Jefferson Kayo/UOL

Kleber conta que foi uma preparação corrida. A falta de tempo nessa época do ano por conta do seu trabalho o fez com que ele conseguisse treinar apenas uma ou duas horas diárias. Mesmo assim, o jogador também disse se focou bastante nesse treinamento e conseguiu aí garantir boas partidas com Genjuro e Hanzo, os personagens que utilizou durante a disputa. "É bom ter saber outros personagens para garantir boas matchups contra certos bonecos", disse.

Ele já havia alcançado o TOP 8 pela losers bracket e sabia que a disputa não seria fácil. Ao contrário de KOFXIV, todos os presentes na competição estavam bem treinados em "Samurai Shodown" e jogavam constantemente desde o lançamento. Qualquer partida era uma disputa de vida ou morte e, jogando pela losers, Kleber não tinha mais nenhuma chance a desperdiçar.

A SNK World Tour será a primeira participação do jogador num torneio internacional. "Uma vez eu tinha conquistado uma vaga para o EVO, mas não consegui viajar por conta do visto", conta o jogador. O torneio em questão havia sido o REVOX 2013, mas na época Kleber não conseguiu o visto para viajar para os Estados Unidos.

"É um sonho poder enfrentar os asiáticos, eles são muito fortes, não tem nem comparação a base de treino deles com a nossa, mas eu acho que a gente não está atrás, não. Por mais que a gente tenha dificuldades com o tempo de treino e patrocínio, mesmo assim a gente ainda consegue se destacar", finaliza o campeão do torneio de Samurai Shodown do Battle Coliseum.

A batalha no Japão, no entanto, ainda vai demorar um pouquinho. A SNK World Tour está programada para acontecer em Tóquio, nos dias 28 e 29 de março de 2020. A premiação gira em torno de mais de 10 milhões de ienes, algo em torno US$ 100 mil.

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol