PUBLICIDADE

Topo

Vírus se disfarça de "Pokémon GO" para atacar celulares; veja como evitar

Programa malicioso pode surgir juntamente com versões não-oficiais de "Pokémon GO" - Divulgação/The Pokémon Company
Programa malicioso pode surgir juntamente com versões não-oficiais de "Pokémon GO" Imagem: Divulgação/The Pokémon Company

Do UOL, em São Paulo

07/07/2016 18h09

Um vírus - aparentemente turco - que se passa por "Pokémon GO" está infectando celulares brasileiros. A informação foi divulgada pela PSafe, empresa brasileira especializada em segurança e performance de dispositivos móveis.

O programa malicioso utiliza a mesma identidade visual do game e se aproveita do fato de que interessados pelo jogo em territórios nos quais ele ainda não está disponível - como o Brasil - estejam tentando baixar o título por meios não-oficiais.

É possível detectar a presença do programa no aparelho ao se utilizar um antivírus. Outro sinal de que o arquivo instalado não corresponde ao do game está no fato de que essa versão errada solicita permissões diferentes, como ler, apagar e enviar SMS, ativar e desativar redes wi-fi e 3G, ler históricos de chamada e SMS e realizar chamada.

"Pokémon GO" ainda não tem data de lançamento definida para o Brasil. De acordo com a produtora Niantic, o título chegará à América do Sul "em breve".