PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Mesmo com novela inédita, Globo tem pior resultado às 21h30

Rebeca, personagem de Andréa Beltrão em "Um Lugar ao Sol" - Reprodução/Globo
Rebeca, personagem de Andréa Beltrão em "Um Lugar ao Sol" Imagem: Reprodução/Globo
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

06/01/2022 15h39

Embora esteja retomando gradativamente as gravações de novas tramas em horário nobre, a TV Globo não está conseguindo manter o público na frente da TV.

Dados consolidados e inéditos de ibope, obtidos pela coluna, mostram que telespectadores não parecem tão interessados nas tramas rocambolescas em horário nobre como alguns colunistas de TV.

"Um Lugar ao Sol', por exemplo, está marcando 21,2 pontos de média e 36% de "share" no mercado nacional (PNT). Trata-se do menor índice de audiência que uma novela da Globo já registrou às 21h30.

Está dando menos ainda que a reprise compacta e anterior de "Império" (26,3 pontos e 41,1% de "share"); e muitíssimo menos que "Amor de Mãe" -que deu 28,7 pontos e 45% de "share" em 2020; e 31,3 pontos e 47% de "share" em sua segunda fase, em março deste ano).

Para mais comparação, a reprise de "Fina Estampa", tão criticada, marcou 31 pontos de média e 46,7% de "share".

Os dados de "Um Lugar ao Sol" foram somados até o dia 25 de dezembro.

Cada ponto de ibope no PNT equivale a cerca de 268 domicílios. Todos os dados foram apurados pela coluna, pois a Kantar Media, contratualmente, não pode divulgá-los à imprensa.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops