PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

GloboNews volta ao 1º lugar; veja ranking de ibope na TV paga

A jornalista Cecília Flesch, da GloboNews - Reprodução / Internet
A jornalista Cecília Flesch, da GloboNews Imagem: Reprodução / Internet
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

14/06/2021 00h27

Após alguns meses perdendo para o Viva e suas reprises de novelas, o canal GloboNews voltou a liderar a audiência nacional da TV por assinatura em maio.

Dados obtidos por esta coluna, mensurados pela empresa Kantar Ibope Media, mostram o ranking dos canais mais vistos. A TV paga vem "sangrando" e já perdeu cerca de cerca de seis milhões de assinantes nos últimos sete anos.

Desde o final de 2014 não houve um único mês em que essa mídia não tenha perdido base de assinantes.

Só de dezembro de 2020 a maio de 2021 já foram quase 650 mil pagantes a menos. No mês passado foram quase 160 mil.

Motivos não faltam

Os motivos são vários e sempre enumerados por esta coluna: desemprego e crise econômica, pirataria, concorrência do streaming, pacotes caros, programação das TVs péssima e atendimento ao assinante pelas operadoras pior ainda.

Apesar disso, a TV paga ainda é importantíssima para o anunciante e o mercado, pois seu público (consumidores) —ainda que em queda— é mais qualificado (socioeconomicamente) que o da TV aberta, por exemplo.

Veja abaixo o ranking de maio dos canais mais vistos na TV paga.

Cada ponto nessa medição vale por cerca de 100 mil residências nas 15 maiores regiões metropolitanas do país, cada uma com um pouco menos que 3 telespectadores (essa metodologia se baseia em dados anuais do IBGE).

Como podem notar, o ibope mais alto é de cerca de 0,25. Ou seja, um quarto de um ponto de ibope (25 mil domicílios sintonizados).

Mesmo assim, notem, caros leitores, que o share (participação de cada canal no universo de TVs ligadas) da GloboNews (que é uma TV paga) é metade do que uma emissora comercial e aberta como RedeTV consegue.

Ibope e share (%) nas 24 horas do dia dos 40 canais mais vistos

1 - GloboNews: 0,25 e 0,69% de share
2 - Viva: 0,23 e 0.63%
3 - Discovery Kids: 0,165 e 0,45%
4 - Universal TV: 0,15 e 0,41%
5 - SporTV: 0,15 e 0,41%
6 - AXN: 0,44 e 0,39%
7 - Cartoon Network: 0,14 e 0,38%
8 - Gloob: 0,14 e 0,38%
9 - Fox Sports: 0,13 e 0,37%
10 - Discovery Channel: 0,13 e 0,37%
11 - Megapix: 0,12 e 0,32%
12 - TNT: 0,11 e 0,30%
13 - Multishow: 0,10 e 0,29%
14 - Home & Health: 0,10 e 0,27%
15 - CNN Brasil: 0,08 e 0,22%
16 - TLC: 0,08 e 0,21%
17 - Space: 0,07 e 0,20%
18 - ESPN Brasil: 0,07 e 0,20%
19 - TNT Séries: 0,07 e 0,19%
20 - Star Channel: 0,07 e 0,19%
21 - GNT: 0,06 e 0,17%
22 - Discovery ID: 0,06 e 0,17%
23 - Warner: 0,06 e 0,16%
24 - Telecine Action: 0,06 e 0,15%
25 - Nickelodeon: 0,06 e 0,15%
26 - Animal Planet: 0,05 e 0,15%
27 - Telecine Pipoca: 0,05 e 0,14%
28 - Cinemax: 0,05 e 0,14%
29 - Boomerang: 0,05 e 0,14%
30 - SporTV 2: 0,05 e 0,13%
31 - FX: 0,05 e 0,13%
32 - Comedy Central: 0,05 e 0,13%
33 - NatGeo: 0,05 e 0,13%
34 - Telecine Premium: 0,05 e 0,12%
35 - History: 0,04 e 0,12%
36 - Sony: 0,04 e 0,11%
37 - Nick Jr.: 0,04 e 0,11%
38- Canal Brasil: 0,04 e 0,11%
39 - BandNews: 0,04 e 0,10%

40 - Studio Universal: 0,04 e 0,10%

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops