PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Sem BBB e "JN" fraco, Globo perde 15% de ibope em horário nobre

William Bonner e Renata Vasconcellos apresentam o Jornal Nacional, da TV Globo                              - Reprodução
William Bonner e Renata Vasconcellos apresentam o Jornal Nacional, da TV Globo Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

06/06/2021 14h31

Sem "BBB" e com um "Jornal Nacional" enfraquecido pela falta de furos jornalísticos, a média de audiência da Globo no horário nobre caiu em dois meses em cerca de 15%. A queda é semelhante tanto na Grande São Paulo quanto no país.

Como esta coluna já havia antecipado no mês passado, vários fatores têm "enfraquecido" o noticiário do principal telejornal do país: a começar pelo "amolecimento" dos senadores que comandam a CPI da Covid.

Também há outros fatores: o desgosto do público com a reprise de "Império", o crescimento da novela bíblica Gênesis (Record), e o jornalismo chapa-branca da Record —que gostem ou não tem lá seu público.

Tanto "Cidade Alerta" quando o "Jornal da Record" vêm registrando dois dígitos no ibope. "Gênesis" tem chegado a registrar 14 pontos

Veja os números

No PNT a Globo tinha média de 16,6 pontos e 33,8% de "share" das entre 7h e 0h (o chamado horário comercial).

Em abril essa média caiu para 15,3 pontos e 33,2% de share. Maio fechou com 14,5 pontos e 31,2% de share. A queda em dois meses foi de 13 %.

Já no horário nobre, em São Paulo, a queda é mais acentuada: em março era 26,12 pontos e 40,1% de share. Caiu para 24,6 e 38,7% de share em abril. Já em maio caiu para 22,5 pontos e 36% de share.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops