PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Assista: SBT e Band estão em pé de guerra; saiba o porquê

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

24/03/2021 13h41

Nos últimos meses uma disputa corporativa silenciosa está ocorrendo nos bastidores da TV aberta brasileira.

Band e SBT estão literalmente em pé de guerra, e provocando uma à outra de todas as formas possíveis.

Tudo começou no ano passado, quando emissários da TV de Silvio Santos andaram assediando José Luiz Datena, da Band, como esta coluna informou com exclusividade em setembro do ano passado.

O SBT estava fechando a compra da Libertadores (o torneio é da casa até 2022) e a ideia era que o apresentador do "Brasil Urgente" mudasse para o SBT de mala e cuia com Benjamin Back, que também estava deixando o canal pago Fox Sports.

Datena foi convidado para ser o "narrador nº1" do SBT. Por muito pouco o contrato não foi assinado. A família Saad ficou sabendo e se revoltou.

Como é que Silvio quer contratar Datena se está demitindo um monte de funcionários, perguntaram-se alguns diretores da Band.

Esse foi só o começo da guerra, que envolveu ainda assédio" mútuo a Ticiana Villas-Boas, Paola Carosella, Chris Flores e Carlos Bertolazzi —uma emissora tentando (e conseguindo, em alguns casos) tirar estrelas da outra.

Atualização: Ontem o SBT anunciou a contratação de Dony de Nuccio para um novo reality de reformas de casas. Acontece que Dony também estava na mira da Band havia meses.

Assista ao programa desta coluna no canal do UOL no YouTube e entenda todo o caso.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL