PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Chef Jacquin ganha aumento e vai ter 3º programa na Band

Chef Erick Jacquin - Divulgação
Chef Erick Jacquin Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

02/09/2020 00h18

Jurado do "Masterchef" e apresentador do reality "Pesadelo na Cozinha", o chef Érick Jacquin vai ganhar um terceiro programa na Band ainda este ano.

"Minha Receita" é o nome e ele deve estrear entre outubro e novembro. Segundo a coluna apurou, o apresentador ganhou um bom aumentozinho salarial na emissora.

Será uma atração semanal, com o rabugento chef francês apresentando fórmulas de novos acepipes e pratos para o telespectador.

Com isso, a Band, que já usou o slogan "O Canal Do Esporte", agora pode ser chamada "O Canal do Forno & Fogão".

Nenhum outro tipo de conteúdo ocupa tanto espaço em sua grade.

Pelas manhãs as receitas e a gastronomia já são hoje o principal ingrediente (desculpem o trocadilho) no "Aqui na Band".

Nas tardes temos Catia Fonseca, seus convidados e suas eventuais receitas no "Melhor da Tarde". A apresentadora ainda faz dupla jornada também falando de gastronomia aos sábados na rádio Band.

Além disso em breve teremos "Catia Agro": ela vai ganhar um outro programa voltado ao assunto culinário no canal pago Terra Viva, do Grupo Band (vai cozinhar e comer três vezes por semana com líderes do agronegócio nacional).

À noite a comilança televisiva continua com o "Masterchef", o "Pesadelo" e em breve também o "Minha Receita".

Como a coluna antecipou ontem ainda haverá mais duas atrações dedicadas ao paladar e ao estômago:

- Primeiro, um reality em outubro sobre bebidas e coquetelaria;

- Segundo, o futuro quadro que virá com a iminente contratação de Edu Guedes no novo programa matinal que será comandado por Mariana Godoy.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL