PUBLICIDADE
Topo

Band faz acordo e atrasa parcela de dívida milionária com a Globo

Band reprisará o "MasterChef  Profissionais" - Divulgação/Band
Band reprisará o "MasterChef Profissionais" Imagem: Divulgação/Band
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

29/04/2020 08h55

Durante a pandemia de coronavírus, com a queda vertiginosa de receitas publicitárias, a Band está sendo obrigada a adiar o pagamento de várias dívidas e obrigações trabalhistas.

Mas, as dificuldades da empresa já são antigas: nos últimos anos a Band está numa situação muito difícil em termos de endividamento.

Ela vem fazendo inúmeros cortes de gastos e de pessoal na última década, e chegou até a vender ativos (como antenas de transmissão) para honrar os pagamentos.

Mesmo assim a situação é complicada, e agravada por uma disputa familiar que já dura décadas.

Por exemplo, a emissora ainda não fez o depósito do FGTS em 2020.

Também vai atrasar o pagamento do PLR (Participação nos Lucros e Receitas), o que que se comprometeu a fazer em convenção coletiva no ano passado.

Procurada, a emissora, por meio de sua assessoria, confirmou os atrasos em ambos os casos e disse que espera reestabelecer a ordem a partir de junho.

A direção da emissora também pretendia cortar em 25% o salário de todos os PJs da casa, mas o presidente do Grupo, Johny Saad, não permitiu que salários até R$ 10 mil sejam reduzidos.

Mas o pior não é isso.

A Band também atrasou o pagamento da última parcela de R$ 9 milhões de uma dívida (o montante original era de R$ 135 milhões) que tem com a TV Globo.

Essa enorme dívida tem origem nos tempos em que a ela fazia parceria com a Globo na transmissão do futebol.

Sem dinheiro, a Band teve de abrir mão desse que é um de seus principais conteúdos. E ainda ficou com um "papagaio" de R$ 135 milhões, dos quais já foram pagos 94%.

Em acordo, a Globo aceitou o atraso e permitiu que a Band pague a parcela final adiante.

Ou seja, a Globo compreende o grave momento que o país e o mundo atravessam e vai esperar que a ex-parceira se recupere e volte a lhe pagar.

Enquanto alguns dos jornalistas e âncoras da Band vivem criticando e debochando da Globo ao vivo ou em redes sociais, a emissora carioca age de forma generosa com a TV do Morumbi.

Talvez valha a pena lembrar disso antes do próximo ataque (gratuito) à Globo.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL