PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

Patrícia Abravanel vence Record e começa ano em 2º lugar isolado no ibope

Patricia Abranavel vestida de Hebe Camargo (1929-2012) no "Máquina da Fama", do SBT - Leonardo Nones/SBT
Patricia Abranavel vestida de Hebe Camargo (1929-2012) no "Máquina da Fama", do SBT
Imagem: Leonardo Nones/SBT
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

01/02/2017 09h02Atualizada em 01/02/2017 09h47

O “Máquina da Fama”, comandado por Patrícia Abravanel, fechou o mês de janeiro em segundo lugar isolado, segundo dados consolidados de ibope na Grande SP obtidos pela coluna.

O programa, em  que candidatos cantam covers de grandes sucessos da música, fechou o mês com audiência cerca de 25% maior que a da Record.

O “Máquina” terminou janeiro com  6,10 pontos de média (cada ponto = 70,5 mil domicílios), contra  4,88 pontos da terceira colocada. A Globo, como sempre, liderou.

Dos cinco confrontos que teve no mês de janeiro, Patrícia, 39 anos, só perdeu em 2 de janeiro, quando marcou 5,42 pontos (contra 5,84 dea Record).

O “Máquina da Fama” estreou desacreditado em novembro de 2013. Muita gente achava que Patrícia não levaria jeito para comandar um programa logo em sua estreia na TV, e aind apor cima em horário nobre. Mas ela deu conta.

Desde então o “Máquina” dá dor de cabeça à Record, e já venceu quase todos os programas que a concorrente exibe no mesmo horário, como Xuxa, Porchat ou seriados.

Em entrevista ao UOL em outubro de 2015, Patrícia afirmou que um de seus maiores orgulhos era o fato de estar derrotando Xuxa Meneghel, de quem sempre foi fã.

“Xuxa, eu te amo, mas é muito legal ganhar de você.”

@feltrinoficial

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL