PUBLICIDADE
Topo

De 'gás de c*zinho' à polêmica com Regina Duarte: quem é Daniel Adjuto

Daniel Adjuto, da CNN Brasil - Reprodução/Instagram
Daniel Adjuto, da CNN Brasil Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

24/06/2022 04h00

O apresentador Daniel Adjuto cometeu uma gafe durante o "Live CNN" de ontem que levou os telespectadores aos risos. Ele falava sobre a possibilidade de o governo desistir das mudanças no ICMS sobre o diesel e o gás de cozinha, quando se confundiu com as palavras.

Ele rapidamente se corrigiu, mas acabou chamando ainda mais atenção: "O líder do governo no Senado, Carlos Portinho, confirma que o Planalto deve desistir de zerar o ICMS do diesel e do gás de c*zinho... Cozinha. O assunto foi discutido na reunião de líderes desta manhã". Nas redes sociais, o público riu.

Antes do episódio, porém, ele já protagonizou outros momentos que ganharam as redes sociais. Na CNN desde 2019, o jornalista já entrevistou Regina Duarte e passou pela bancada de diversos programas. Saiba mais sobre Daniel Adjuto:

Autoaceitação

Em outubro de 2021, Adjuto publicou uma foto acompanhado do namorado, o médico Rafael Pinto da Rocha. Na época, em entrevista à revista Veja São Paulo, ele lembrou que o período de autoaceitação não foi fácil.

Parei de me importar com o que os outros pensavam de mim.

Entrevista com Regina Duarte

Antes de virar notícia pela vida pessoal, porém, o apresentador da CNN Brasil roubou a cena por uma entrevista que conseguiu com Regina Duarte em maio de 2020.

À época, ela havia sido empossada recentemente ao cargo de secretária especial da Cultura do governo Jair Bolsonaro (PL). Essa foi a primeira entrevista da ex-atriz da TV Globo na nova função.

O mérito pela entrevista foi de Adjuto, que conquistou a confiança de Regina. Ela mesma deixou claro durante a conversa que havia simpatizado com o jornalista. No decorrer da sabatina para o programa "CNN 360", que contou com perguntas de Daniela Lima e Reinaldo Gottino, ela se exaltou, gesticulou e ficou irritada. Na mesma entrevista, Regina cantou uma música da ditadura militar e recebeu críticas nas redes sociais. Ela acabou deixando o cargo dias após a conversa desastrosa.

"Repórter gato" do SBT

Embora tenha feito estágio por dois meses na Globo, em Nova York (EUA), foi no SBT que a carreira de Adjuto decolou. Além do profissionalismo, ele chamou a atenção dos telespectadores por outros atributos, conquistando o apelido de "repórter gato". Tornou-se, assim, o campeão de cartas da emissora, desbancando artistas da casa, e passou a ser visto como o "queridinho" de Silvio Santos.

Ele atuou como repórter e depois entrou no rodízio de apresentadores do "SBT Brasil", o principal telejornal do canal. Com o crescimento profissional, chamou atenção da concorrência e, em 2019, foi contratado pela CNN Brasil.

1 - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Daniel Adjuto, repórter gato do SBT
Imagem: Reprodução/Instagram

Trajetória na CNN

Adjuto acertou sua ida à CNN Brasil antes mesmo da estreia do canal. Inicialmente, ele participava dos programas diretamente dos estúdios de Brasília. Transferido para São Paulo, ele já ancorou os telejornais "Visão CNN", "Expresso CNN", "CNN 360", "Jornal da CNN" e agora o "Live CNN".