PUBLICIDADE
Topo

Namorado de Marco Pigossi revela que sofreu abuso e cita incesto no passado

O ator Marco Pigossi e o namorado, o diretor italiano Marco Calvani, que revelou abuso sexual ao lançar curta - Reprodução/Instagram
O ator Marco Pigossi e o namorado, o diretor italiano Marco Calvani, que revelou abuso sexual ao lançar curta Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

17/06/2022 18h34Atualizada em 17/06/2022 18h34

Marco Calvani, namorado de Marco Pigossi, lança hoje seu curta-metragem "A better half" no Provincetown International Film Festival, em Cape Cod, Massachusetts (EUA). O curta fala sobre um homem de meia-idade que fica cara a cara com o responsável por tornar sua vida conturbada. Em comunicado, Calvani revela que o trabalho o ajudou no processo de cura de abuso sexual que sofreu quando era menor.

"'A better half' evolui através do que, na superfície, parece ser uma conversa normal entre dois homens. Mas seu poder está no subtexto e a realidade dramática de sua interação só é revelada no final. O reconhecimento do espectador do que está acontecendo ocorre ao mesmo tempo que o dos dois personagens, até que as expectativas iniciais sejam eventualmente subvertidas", informa o diretor em seu site profissional.

Alertando sobre spoilers, o comunicado dá mais detalhes sobre o curta de 18 minutos que conta a história dos dois personagens Sean (Chris Stack) e Paul (Darren Pettie).

1 - Reprodução/ Instagram @mcalvani - Reprodução/ Instagram @mcalvani
Marco Calvani em evento de Los Angeles, Hollywood Brazilian Film Festival, há dois meses
Imagem: Reprodução/ Instagram @mcalvani

"A história de Sean e Paul lida com o importante tópico do abuso sexual, mas não de como isso é refletido na cultura atual. Trata-se do tema de incesto, que foi reprimido por fortes tabus sociais", fala o Calvani.

O italiano então afirma que a história dos personagens é igual a sua: "A história de Sean e Paul é uma versão ficcional da minha própria história. Em um momento em que a masculinidade tóxica está finalmente sendo escrutinada, me senti encorajado a abordar o trauma que sofri no início da minha vida e a conscientizar sobre o problema e o custo humano que ele cobra".

'A better half' é minha tentativa de descobrir o segredo e a vergonha que eu carreguei por muito tempo. Fazer o filme foi extremamente catártico e empoderador. Ser capaz de finalmente quebrar o silêncio e o falso conforto da negação de uma forma criativa e pessoal — me permitiu iniciar o processo de reconciliação e, eventualmente, encontrar um caminho para o perdão. Compartilhar minha história, lançar 'A better half' na frente de uma plateia, é realmente o início da cura finaliza o diretor italiano Marco Calvani.