PUBLICIDADE
Topo

Corpo do diretor Breno Silveira é velado no MAM do Rio de Janeiro

Caixão com o corpo do diretor Breno Silveira chegando ao MAM, no centro do Rio de Janeiro - Vítor Pereira/ AGNEWS
Caixão com o corpo do diretor Breno Silveira chegando ao MAM, no centro do Rio de Janeiro Imagem: Vítor Pereira/ AGNEWS

De Splash, em São Paulo

15/05/2022 16h13Atualizada em 15/05/2022 17h36

Amigos e familiares de Breno Silveira, diretor de "2 Filhos de Francisco" (2005), foram hoje ao Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, onde acontece o velório do cineasta.

Ele morreu ontem aos 58 anos, após sofrer um infarto fulminante durante uma gravação do filme "Dona Vitória" na cidade de Limoeiro (PE).

Confira fotos do velório:

Breno Silveira nasceu em Brasília em 5 de fevereiro de 1964. Formado na École Louis Lumière, de Paris, sua primeira experiência como diretor de fotografia foi no longa "Carlota Joaquina: Princesa do Brasil" (1995).

Além de "2 Filhos de Francisco" (2005), ele dirigiu "Gonzaga - De Pai pra Filho" (2012) e também trabalhou como diretor de fotografia no filme "Eu Tu Eles" (2000), de Andrucha Waddington, que foi selecionado para participar da mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes.

Em 2003, ele trabalhou como produtor associado no filme "Casseta e Planeta: A taça do mundo é nossa"

Ele também dirigiu a série brasileira "Dom" (2021), na Amazon Prime, primeiro investimento da plataforma na ficção, dramatiza a história de Pedro Dom, que ficou conhecido como o "bandido gato" no início do século.

Porém, poucas semanas após o lançamento, a irmã mais velha de Pedro, Erika Grandinetti, manifestou-se publicamente contra a produção. Ela denunciou que sua mãe não teria autorizado a exposição da história da família.

Em seu mais recente projeto, "Dona Vitória", protagonizado por Fernanda Montenegro, Breno contaria a história da senhora que filmou, da janela de sua casa, a ação de traficantes no Rio de Janeiro e ajudou no combate à criminalidade em seu bairro.