PUBLICIDADE
Topo

Breno Silveira, diretor de '2 Filhos de Francisco', morre aos 58

De Splash, em São Paulo

14/05/2022 13h21Atualizada em 14/05/2022 15h50

Morreu hoje aos 58 anos o cineasta Breno Silveira, diretor de "Dois Filhos de Francisco" (2005). Ele teve um infarto fulminante durante as gravações do filme "Dona Vitória" em Limoeiro (PE).

Ele foi encaminhado a uma unidade de saúde no município de Vicência. A Splash, a secretaria de saúde da cidade afirma que ele chegou às 10h45, já morto.

Segundo o jornal O Globo, Breno havia retornado ao trabalho há poucos dias, após contrair covid-19 na última semana. Ele começou a passar mal no set, com taquicardia, e morreu sentado, em frente a um monitor. Os atores estariam em choque e tentam providenciar um translado para levar o corpo do cineasta para o Rio.

Breno Silveira nasceu em Brasília em 5 de fevereiro de 1964. Formado na École Louis Lumière, de Paris, sua primeira experiência como diretor de fotografia foi no longa "Carlota Joaquina: Princesa do Brasil" (1995).

Além de "Dois Filhos de Francisco" (2005), ele dirigiu "Gonzaga - De Pai pra Filho" (2012) e também trabalhou como diretor de fotografia no filme "Eu Tu Eles" (2000), de Andrucha Waddington, que foi selecionado para participar da mostra Um Certo Olhar, do Festival de Cannes.

Em 2003, ele trabalhou como produtor associado no filme "Casseta e Planeta: A taça do mundo é nossa".

Ele também dirigiu a série brasileira "Dom" (2021), na Amazon Prime, primeiro investimento da plataforma na ficção, dramatiza a história de Pedro Dom, que ficou conhecido como o "bandido gato" no início do século. Porém, poucas semanas após o lançamento, a irmã mais velha de Pedro, Erika Grandinetti, manifestou-se publicamente contra a produção. Ela denunciou que sua mãe não teria autorizado a exposição da história da família.

Em seu mais recente projeto, "Dona Vitória", protagonizado por Fernanda Montenegro, Breno contaria a história da senhora que filmou, da janela de sua casa, a ação de traficantes no Rio de Janeiro e ajudou no combate à criminalidade em seu bairro.