PUBLICIDADE
Topo

Maraisa mostra conversa com Marília Mendonça e fala sobre amizade: 'Te amo'

Maraisa mostrou print de conversa em grupo com Marília Mendonça e Maiara  - Reprodução: Instagram
Maraisa mostrou print de conversa em grupo com Marília Mendonça e Maiara Imagem: Reprodução: Instagram

Colaboração para Splash, em Alagoas

05/12/2021 10h58Atualizada em 05/12/2021 15h28

A cantora Maraisa, da dupla com Maiara, relembrou uma conversa que teve com Marília Mendonça sobre a importância e o valor da amizade, para homenagear a rainha do sofrencia no dia em que completa um mês do acidente aéreo que matou a artista e outras quatro pessoas.

Por meio de seu perfil no Instagram, Maraisa compartilhou o print de uma conversa em grupo com Marília e Maiara, em que elas falam sobre a importância da amizade. Na legenda, ela escreveu: "1 mês sem você... Te amo".

O acidente

Marília Mendonça morreu no dia 5 de novembro, aos 26 anos, vítima de um acidente aéreo ocorrido em Carantiga, no interior de Minas Gerais. Além da sertaneja, outras quatro pessoas morreram: O tio e assessor da cantora Abicieli Silveira, o produtor Henrique Bonfim, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o co-piloto Tarciso Pessoa Viana.

Mendonça deixou um filho, Leo, de 1 ano e 11 meses, fruto do relacionamento com o cantor Murilo Huff — a guarda da criança será compartilhada entre o pai e a avó materna, Ruth Moreira.

As investigações sobre o caso ainda estão abertas. Os destroços do avião foram recolhidos nos dias seguintes ao acidente e enviados ao Rio de Janeiro, onde estão à disposição da equipe do Seripa (Serviço Regional de Investigação de Acidentes Aeronáuticos), órgão vinculado ao Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção e Acidentes Aeronáuticos) que investiga o caso.

Nesta semana, o ex da sertaneja, Murilo Huff, retornou aos palcos para apresentações e não conteve a emoção ao receber um recado de Ruth Moreira, mãe da cantora.

Recentemente, o cantor Felipe Araújo, que fez uma parceria com Marília Mendonça na canção "Amante Fiel", afirmou que ficou "muito arrasado" com a morte da sertaneja, e que ela "foi o maior talento que eu conheci".

Já em entrevista ao Globo, o irmão da compositora, João Gustavo, contou que a família ainda não abriu o diário encontrado entre os pertences da famosa no local do acidente, e que o caderno passará por um processo de restauração.