PUBLICIDADE
Topo

Virgil Abloh, diretor da Louis Vuitton e criador da Off-White, morre aos 41

Virgil Abloh - Reprodução/Instagram
Virgil Abloh Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo*

28/11/2021 16h34Atualizada em 28/11/2021 17h13

O diretor artístico da Louis Vuitton e fundador da marca queridinha dos famosos Off-White, Virgil Abloh, morreu aos 41 anos de idade. A informação foi confirmada pelo grupo LVMH. Vítima de um câncer, o estilista norte-americano foi um dos primeiros negros à frente de uma grife de luxo internacional.

Fã de hip hop, Virgil Abloh começou a atuar como DJ no ensino médio, antes de se formar em engenharia civil na Universidade de Wisconsin e arquitetura pelo Instituto de Tecnologia de Illinois. No início dos anos 2000, se tornou consultor artístico de Kanye West, aconselhando o rapper especialmente em suas capas de discos e na cenografia de seus shows.

A Off-White virou uma referência para os famosos — de Justin Bieber a LeBron James e Drake — e fez parceria com Nike, Levi, Rimowa, Jimmy Choo, IKEA, Moncler, Browns, Warby Parker, SSENSE, Sunglass Hut, Champion, Evian, Converse, Dr. Martens, Barneys New York, Umbro, Timberland, entre outros.

Inclusive, o apresentador Marcos Mion escolheu um tênis da companhia de Abloh para estrear no "Encontro", da Globo. "Tênis desenhado pelo Virgil Abloh, que é o fundador da Off-White e diretor de criação da Louis Vuitton. Esse tênis é maravilhoso, é jeans. Fora que Fatimona vai gostar. Menino se arrumou pra vir aqui, dá aquela moral, aquela presença".

"Nós estamos devastados em anunciar o falecimento do nosso amado Virgil Abloh, um pai, marido, filho, irmão e amigo fortemente dedicado", diz a mensagem postada na conta do estilista no Instagram

Importância na LVMH

Filho de imigrantes ganenses nascido em Illinois (EUA), sua chegada à Louis Vuitton em 2018 marcou o casamento entre a moda urbana e a de luxo, misturando tênis e calças de camuflagem com ternos sob medida e vestidos. Suas influências incluíam grafite, hip hop e cultura do skate.

Seu estilo foi abraçado pelo maior grupo de luxo do mundo —liderado pelo homem mais rico da França, Bernard Arnault— na tentativa dar nova vida a algumas marcas e atrair clientes mais jovens.

Nos últimos três anos, Abloh desenhou sobre mensagens de inclusão e fluidez de gênero para expandir a popularidade da marca da Louis Vuitton, colocando temas como identidade racial em seus desfiles com apresentações de poesia e arte.

Off-White

Virgil Abloh foi o respiro por diversidade que o mercado da moda vinha procurando implementar no futuro.

Em poucos anos, conseguiu se impor como um dos estilistas mais queridos de um público de millennials conectados. Sua marca registrada? Um estilo que reflete a cultura "street", com tênis e moletons, mas também um logotipo facilmente reconhecível, feito de faixas pretas e brancas oblíquas, colaborações de sucesso

Não fui feito para um pódio, mas vou projetar um pódio que crie uma mudança no sistema
Virgil Abloh em entrevista ao Fast Company, em junho de 2020

A Off-White aparece hoje, de acordo com o levantamento feito pela The Lyst Index, como a segunda marca mais popular em todo o mundo. Um dos maiores destaques que impulsionou essa colocação foi o poder de transformação social.

Com a forte repercussão do assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos, o designer levantou um leilão para um de seus tênis, o Air Jordan 4 x Off-White, e arrecadou cerca de R$ 1 milhão para o movimento Black Lives Matter.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2020/air-jordan-4-x-off-white-1597174028078.vm')

*Com informações da RFI