PUBLICIDADE
Topo

Ator de 'X-Men' diz que já teve sentimentos suicidas: 'Hollywood me salvou'

Alan Cumming já atuou em "Pequenos Espiões" e recusou papel na saga "Harry Potter" - Carlo Allegri/Reuters
Alan Cumming já atuou em 'Pequenos Espiões' e recusou papel na saga 'Harry Potter' Imagem: Carlo Allegri/Reuters

Colaboração para Splash, em São Paulo

26/10/2021 14h54Atualizada em 26/10/2021 16h49

Alan Cumming, que já atuou em "X-Men", "Pequenos Espiões" e "The Good Wife", revelou que já teve sentimentos suicidas e que um dos momentos mais sombrios de sua vida foi no dia em que fez um teste para o filme "007 contra GoldenEye", de 1995.

"Foi um dos piores dias da minha vida, na verdade. Eu me senti muito, muito, muito deprimido. Só agora penso que estava me sentindo suicida", contou no programa da CBS "Morning Tuesday".

No entanto, após conseguir o papel de Boris Grishenko no filme, ele disse que sua vida mudou. "Isso é algo que percebi [...] Hollywood salvou minha vida. Eu tenho esse tipo de mantar, que é: 'cancele, continue'".

"Quando algo ruim acontece, eu penso: 'Tudo bem, isso aconteceu, não podemos mudar. Vamos em frente'", contou o ator de 56 anos, que recentemente revelou ter xingado os produtores de Harry Potter ao recusar convite para participar da saga.

Em entrevista ao The Telegraph, o artista explicou que o motivo de ter se irritado com os produtores da saga deve-se ao fato de eles terem mentido para ele sobre a questão salarial.

Na época, eles disseram que só poderiam pagar um determinado valor. Quando, na verdade, teriam oferecido uma quantia mais alta para Rupert Everett, para dar vida ao mesmo personagem: o professor Gilderoy Lockhart.

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda no CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por email, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.