PUBLICIDADE
Topo

Família de Kathlen Romeu agradece homenagem em música: 'Grito de muitos'

Kelly Ribeiro

Colaboração para Splash, no Rio de Janeiro

17/06/2021 18h53Atualizada em 17/06/2021 21h40

Sob clima de forte emoção, o cantor Theus Costa lançou hoje "Operação Quilombo", uma canção-protesto em homenagem a Kathlen Romeu, 24 anos, morta com um tiro de fuzil no último dia 8. A jovem estava grávida de quatro meses.

O caso aconteceu durante ação da polícia na comunidade do Complexo do Lins, na zona norte do Rio de Janeiro.

No evento de lançamento da música, a mãe de Kathlen afirmou: "Essa canção não é uma música qualquer, ela é um grito. E não é um grito só meu, é um grito de muitos".

É um grito de uma sociedade que está acuada. De nós, favelados, negros periféricos, que talvez sejamos maioria, arrisco dizer. Estamos acuados. A gente só quer justiça à Kathlen, a todas as pessoas de bem que pagam seus impostos. A minha filha era uma dessas. Ela pagou a bala que a matou. A gente financiou uma bala que matou a minha filha. Jackeline Lopes, mãe de Kathlen

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020 (levantamento mais recente feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com dados do ano de 2019), 74,4% das vítimas de homicídio no Brasil eram pessoas negras. Entre as pessoas mortas por policiais, 79,1% são pessoas negras. Na esfera do poder público, não existe uma divulgação transparente de dados oficiais nacionais sobre homicídios ou sobre mortes provocadas por policiais em todo o Brasil. O governo brasileiro também não disponibiliza dados nacionais sobre as investigações e punições de homicídios.

Designer de interiores, Kathlen era amiga de faculdade da irmã de Theus Costa, que também tem parentes morando na região.

A família da jovem receberá metade dos diretos da música, e decidiu usar o valor recebido em projetos sociais na comunidade. A avó de Kathlen agradeceu a homenagem: "É uma alegria que veio de uma tragédia".

Todas as homenagens são bem-vindas. É uma coisa inacreditável, é claro que a família está dilacerada, destruída. Eu não sei como eu estou de pé até o momento. Sayonara Fátima, avó de Kathlen

Também compositor, Theus Costa costuma levar para suas letras a indignação com casos semelhantes ao de Kathlen, como na música "Algodão doce" em que lembra o assassinato de George Floyd.

O clipe de "Operação Quilombo" foi gravado no Complexo do Lins e conta com cenas dos protestos realizados após o crime e outras homenagens que já foram prestadas a Kathlen, como o grafite feito no local exato em que a jovem foi atingida.

O próprio Theus também perdeu recentemente um familiar em ação policial. Sensibilizado pelo desfecho da jovem designer, ele escreveu a letra logo que tomou conhecimento do ocorrido.

Essa foi a forma que eu encontrei de fazer uma homenagem a essa família. A todas as famílias que sentem essa dor. Theus Costa