PUBLICIDADE
Topo

Splash Explica: por que 'Girl From Rio' não é plágio de 'Garota de Ipanema'

Anitta Splash Explica Girl From Rio
Anitta Splash Explica Girl From Rio
Mar+Vin/Divulgação

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

10/05/2021 04h00

Anitta segue investindo na carreira internacional e escolheu o maior clássico da música brasileira para se apresentar ao mundo. Quem já ouviu "Girl From Rio" sacou a referência a "Garota de Ipanema". E teve ainda quem ficou na dúvida: teria a patroa plagiado Tom e Vinicius? Não!

Splash explica!

Continua depois da publicidade

O que é plágio?

"Imitação de trabalho, geralmente intelectual, produzido por outrem", segundo o dicionário Michaelis.

Quem acusou Anitta de plágio só se esqueceu de dar uma olhadinha nos créditos da música antes.

A cantora credita Tom Jobim e Vinicius de Moraes, além dos produtores gringos do Stargate.

Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Para nos ajudar nessa missão, um especialista. Conversamos com Manno Góes, diretor de comunicação da UBC (União Brasileira dos Compositores), compositor e autor de vários hits que também já tiveram versões lançadas em outros idiomas.

Mar+Vin/Divulgação - Mar+Vin/Divulgação
Imagem: Mar+Vin/Divulgação

O que Anitta fez em "Girl From Rio" foi uma versão autorizada de "Garota de Ipanema", um clássico que também já foi regravado em inglês por artistas do calibre de Frank Sinatra e Amy Winehouse, por exemplo.

Continua depois da publicidade

Como ela conseguiu?

Simples (na verdade nem tanto), pedindo a autorização aos autores.

No caso de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, que já faleceram, é preciso recorrer à editora, que administra as obras dos artistas, e aos herdeiros deles. Como são dois autores, ambos precisam ser acionados.

Conseguir uma liberação de uma versão de 'Garota de Ipanema' não é para qualquer artista. Certamente foi uma negociação muito bem feita, demorada e que envolveu muitos números.
Manno Góes, diretor da UBC

Muito mais que 70 mil dólares, né, Anitta?

Exceção

A autorização só não é necessária se a obra já estiver em domínio público. Porém, isso só acontece 70 anos depois da morte do último autor.

No caso de "Garota de Ipanema", Anitta teria que esperar pelo menos até 2065 para lançar, já que Tom Jobim morreu em dezembro de 1994.

Continua depois da publicidade
Mar + Vin/Divulgação - Mar + Vin/Divulgação
Imagem: Mar + Vin/Divulgação

A negociação cabe ao artista que quer gravar e aos autores. Anitta, que já ganha mais em dólar que em real, provavelmente pagou um valor bem alto para conseguir o sample do maior clássico da bossa nova. Mas há também negociações em que fica acertado que os autores vão receber apenas pelas execuções.

Acervo UH/Folhapress - Acervo UH/Folhapress
Tom Jobim e Vinicius de Moraes, os criadores de 'Garota de Ipanema'
Imagem: Acervo UH/Folhapress

Clássico mundial

No caso de "Girl From Rio", mesmo sendo um sample, é um negócio interessante para ambas as partes já que, além do Brasil, Anitta mira os Estados Unidos e a América Latina e não há dúvida de que a música ainda vai tocar muito pelo mundo, gerando um bom retorno de direitos autorais.

Quando entra a melodia em jogo tem que ter a autorização do autor original. Não se pode usufruir de uma obra que não pertence a quem está gravando.
Manno Góes, compositor
Continua depois da publicidade

É óbvio que a letra de "Girl From Rio" não é de Tom e Vinicius, mas a obra sim. Uma obra musical engloba a melodia, o arranjo, a letra, a composição. Já o fonograma é o registro dessa obra, que reúne as diferentes gravações da mesma obra.

Mar_Vin/Divulgação - Mar_Vin/Divulgação
Imagem: Mar_Vin/Divulgação

As responsáveis pela letra de "Girl From Rio", além da própria Anitta (que costuma usar seu nome real nos créditos, Larissa Machado), são duas mulheres que estão trabalhando no álbum novo da patroa: Raye e Gale. Elas não aparecem nos créditos e provavelmente fizeram um acordo e receberam muito bem.

Afinal, se teve uma coisa que Anitta não fez com esse lançamento foi poupar. Com direção de Giovanni Bianco, "Girl From Rio" é o clipe mais caro da carreira da patroa e chamariz para seu próximo álbum, que deve ser lançado no último trimestre.

Voltando às origens, a artista nunca esteve tão

PODEROSA!

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado na primeira versão do texto, o prazo para que uma obra entre em domínio público é de 70 anos a partir da morte de seu último autor. A informação foi corrigida.

Um universo de conteúdo para assistir do seu jeito.

O Conto de Aia
Flack
Acende a Luz
De Férias com o Ex - Brasil
Schitts Creek
The Office
Patrulha Canina
Inimigos da HP