PUBLICIDADE
Topo

Mesmo sendo para maiores, 'Mortal Kombat' teve que cortar cenas sangrentas

O novo "Mortal Kombat" não economiza no sangue - Reprodução/YouTube
O novo 'Mortal Kombat' não economiza no sangue Imagem: Reprodução/YouTube

De Splash, em São Paulo

23/04/2021 14h58

O diretor Simon McQuoid garante que sua versão para os cinemas de "Mortal Kombat" é sangrenta como os fãs do jogo esperam — mas, mesmo assim, ele teve que cortar algumas cenas que "poderiam ter causado problemas" para a produção do longa.

Em entrevista à Variety, o cineasta contou que "havia uma linha que o filme não podia cruzar", principalmente se não quisesse (como o jogo original) ser banido de alguns países. "Mortal Kombat" estreia em maio no Brasil.

Foi uma questão de calibração, equilíbrio. Tivemos algumas ideias no começo da produção que sabíamos que poderiam nos dar problemas, especialmente se as executássemos do jeito que elas mereciam. Era um pouco demais até para nós."
Simon McQuoid sobre cenas cortadas de 'Mortal Kombat'

O diretor ainda entrou em uma brincadeira da Variety e escolheu qual de seus atores venceria um torneio de luta no estilo "Mortal Kombat": Joe Taslim, o intérprete do Sub-Zero.

"Todo mundo vinha até mim nas filmagens e dizia: 'É difícil ganhar do Joe'. Ele é esse tipo de cara. Tudo o que ele faz, faz do melhor jeito possível", comentou.

E aí, alguém encarava?

Sub-Zero em cena do novo 'Mortal Kombat' - Reprodução - Reprodução
Sub-Zero em cena do novo 'Mortal Kombat'
Imagem: Reprodução