PUBLICIDADE
Topo

História que se repete: antes de Harry e Meghan, Diana sofreu na realeza

Princesa Diana
Princesa Diana
Tim Graham Photo Library via Getty Images

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

08/03/2021 16h33

A entrevista bombástica que o príncipe Harry e Meghan Markle deram ontem à apresentadora Oprah Winfrey fez muita gente traçar paralelos com a situação de Diana, mãe de Harry e William.

A "princesa do povo" sofreu ao entrar para a família real e, tal qual o filho e a nora, enfrentou uma intensa perseguição da mídia —que culminou em sua trágica morte em um acidente de carro em 1997, aos 36 anos.

Abaixo, lembramos as semelhanças entre a história dela e a da nora.

Continua depois da publicidade

Isolamento

A vida dentro da família real pode ser solitária —e Diana aprendeu isso rápido quando se mudou para o Palácio de Buckhingham após seu noivado com Charles. Assim como mostra "The Crown", a princesa deixou sua vida para trás e passou boa parte de seu tempo sozinha no palácio.

(E sim, ela patinava mesmo nos corredores)

Foi uma sensação semelhante a que Meghan revelou ter passado em sua vida dentro da família real —o que nos leva ao próximo tópico.

Saúde mental

Em um dos momentos mais impactantes da entrevista, Meghan afirmou que cogitou o suicídio. "Não queria mais estar viva", disse a duquesa. De forma semelhante, Diana também enfrentou um problema sério: a bulimia, contra a qual lutou por anos.

Eu chegava em casa e era muito difícil saber como confortar a mim mesma depois de passar o dia confortando outras pessoas, então eu atacava a geladeira. Estava pedindo socorro, mas dando os sinais errados. As pessoas decidiram que o problema era esse: 'a Diana é instável'.
Diana à BBC em 1995

Continua depois da publicidade

Ajuda negada

Em depressão, Meghan buscou ajuda dentro do Palácio, mas não foi atendida. "Me disseram que não poderia, que isso não seria bom para a instituição", afirmou. Algo parecido aconteceu com Diana, quando ela recorreu à rainha para tentar lidar com seu casamento problemático com Charles.

Tim Graham/Getty Images e  - Tim Graham/Getty Images e
Diana e Charles no anúncio de seu noivado
Imagem: Tim Graham/Getty Images e

No documentário "Diana: In Her Own Words", a princesa diz que perguntou à Elizabeth II como deveria lidar com a situação, mas ouviu apenas um "eu não sei o que você deve fazer".

Assédio dos tabloides

Ainda que por motivos diferentes, tanto Meghan quanto Diana se viram alvos de uma imprensa ávida por fofocas. A atriz teve sua vida escrutinada e foi alvo de comentários racistas por ser filha de pai branco e mãe negra.

Já Lady Di era assediada desde seu noivado, o que aumentou após sua tumultuada separação de Charles. Ela morreu após sofrer um acidente de carro enquanto era perseguida por fotógrafos em Paris, uma tragédia que marcou profundamente os anos 1990.

Continua depois da publicidade
Getty Images - Getty Images
Martin Bashir entrevista a Princesa Diana no programa "Panorama", da BBC
Imagem: Getty Images

Entrevistas escandalosas

No que é a coincidência mais direta dos dois casos, Diana também deu uma entrevista que abalou as estruturas da realeza. Em 1995, quando já estava separada de Charles, ela falou à BBC, no que foi a primeira entrevista que deu sozinha.

Diana falou explicitamente sobre bulimia e infidelidade. Foi nela que a princesa disse uma de suas frases mais famosas: "Éramos três neste casamento, então estava um pouco lotado". Foi uma referência ao caso de Charles com Camilla Parker Bowles, com quem está casado hoje.