PUBLICIDADE
Topo

Gwyneth Paltrow é criticada por indicar dieta cetogênica para tratar covid

Gwyneth Paltrow causou polêmica ao falar de jejum para curar covid-19 - Reprodução/Instagram
Gwyneth Paltrow causou polêmica ao falar de jejum para curar covid-19 Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o Splash, em São Paulo

25/02/2021 08h00

Na semana passada, Gwyneth Paltrow revelou que teve covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que se tornou uma pandemia há quase um ano. A atriz vencedora do Oscar contou em seu blog no portal "Goop" que, para se curar, seguiu orientações de um "profissional de medicina funcional". O tratamento divulgado por ela causou revolta em um médico britânico.

No texto postado em seu site, Gwyneth contou que tem feito jejum até as 11 horas, e se adaptado a uma dieta cetogênica baseada em plantas, sem açúcar ou álcool.

Quem falou sobre o assunto foi o professor Stephen Powis, do NHS England, em declaração para o "The New York Daily News". Segundo ele, o "jejum intuitivo", supostamente seguido por Gwyneth e outros métodos alternativos "não são as soluções recomendadas" para tratar da covid-19.

Assim como o vírus, a desinformação atravessa fronteiras, sofre mutações e evolui. Então, acho que o YouTube e outras plataformas de mídia social têm uma responsabilidade e uma oportunidade reais aqui. Nos últimos dias, vi que Gwyneth Paltrow infelizmente está sofrendo os efeitos da covid. Desejamos-lhe tudo de bom, mas algumas das soluções que ela está recomendando realmente não são as soluções que recomendaríamos no NHS.

Em seguida, alertou para os perigos dos tratamentos dito alternativos para tratar do problema. "Precisamos levar a covid muito a sério e aplicar ciência séria. Todos os influenciadores que usam as redes sociais têm o dever de responsabilidade e o dever de cuidar disso".

Há alguns dias, ao falar sobre o assunto, Gwyneth Paltrow contou que tem sofrido com os efeitos da chamada "covid longa", em que os sintomas da infecção persistem mesmo depois de o paciente ter se livrado do vírus.

A atriz fez o desabafo sobre a "fadiga e a confusão mental" que a acompanharam por meses em seu site pessoal, o Goop, contando que teve que repensar seu estilo de vida para tentar recuperar sua saúde.

"Eu peguei covid-19 muito cedo e tive alguns efeitos a longo prazo como fadiga e confusão mental", detalhou a atriz, de 48 anos, contando que passou por exames de rotina no mês passado que indicaram inflamações em seu organismo.

"Então fui atrás de um dos maiores especialistas que conheço, o Dr. Will Cole. Ele viu meus exames e me explicou que a estrada até a recuperação seria mais longa que o habitual", relatou Gwyneth.

Conhecida pelos cuidados intensos com o próprio corpo, a atriz deixou claro que seus hábitos antigos não foram suficientes para ajudá-la a superar os sintomas da covid-19. A recuperação exigiu que a artista intensificasse ainda mais a rotina de exercícios e cortasse definitivamente açúcar e álcool de sua dieta.

"Eu tenho cozinhado muito, algumas coisas realmente deliciosas (...) Também estou tomando suplementos, visando um intestino melhor. Tudo o que faço é para me sentir melhor, como um presente para o meu corpo. Eu tenho energia, estou malhando de manhã e fazendo muita sauna, tudo a serviço da minha recuperação", afirmou.