PUBLICIDADE
Topo

Museu holandês pede a visitantes: parem de fotografar e desenhem os quadros

Aos sábados, o Rijksmuseum dá lápis e papel para os visitantes - Divulgação/Rijksmuseum
Aos sábados, o Rijksmuseum dá lápis e papel para os visitantes Imagem: Divulgação/Rijksmuseum

Do UOL, em São Paulo

09/11/2015 11h48

Mais famoso museu de Amsterdã, o Rijksmuseum lançou uma campanha em que propõe uma troca para seus visitantes: que eles parem de tirar fotos dos quadros e comecem a reproduzir, com lápis e papel, as obras de arte exibidas no local.

"No mundo atual dos telefones celulares, uma visita a um museu é geralmente uma experiência passiva e superficial. O público acaba não entrando em contato verdadeiramente com a beleza das obras. É por isso que o Rijksmuseum quer que seus visitantes descubram e apreciem a beleza da arte através do desenho", diz o site da campanha, batizada de "Você vê mais quando desenha".

O museu anunciou que disponibilizará lápis e cadernos de esboços para seus visitantes todos os sábados, com os quais o público poderá tentar reproduzir algumas das obras-primas do lugar, como o quadro "A Ronda Noturna", de Rembrandt, e as estátuas indonésias do Pavilhão Asiático. E o próprio edifício do Rijksmuseum, uma obra de arte por si só, pode virar objeto de reprodução feita pelos turistas. 

Neste link, o museu dá dicas sobre como observar e reproduzir algumas de suas fantásticas obras de arte: www.rijksmuseum.nl/en/startdrawing/drawing-saturday