PUBLICIDADE
Topo

Pleomele é planta boa para iniciantes e praticamente impossível de matar

Dracaena reflexa, ou Pleomele, é planta fácil de cuidar e ideal para qualquer ambiente - Getty Images/iStockphoto
Dracaena reflexa, ou Pleomele, é planta fácil de cuidar e ideal para qualquer ambiente Imagem: Getty Images/iStockphoto

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

12/03/2022 04h00

Com enorme apelo paisagístico e comumente usada em projetos de jardins exuberantes, a Pleomele (Dracaena reflexa) é uma planta arbustiva que tem ganhado muitos adeptos, sobretudo por ser muito simples de cuidar.

De acordo com o arquiteto paisagista, André Arozio, e o biólogo e também paisagista, Flávio Sant'Ana, a planta — que é natural de Madagascar, onde o clima é tropical —, se adapta muito bem às condições climáticas do Brasil.

"Porém em regiões de clima frio ou muito secas, o desenvolvimento dela pode ser comprometido. Neste caso recomendamos que seja cultivada em ambientes bem iluminados, preferencialmente em ambientes internos, onde as temperaturas têm menor oscilação", destaca André.

Natural de Madagascar, a Dracaena reflexa ou Pleomele se adapta bem ao clima brasileiro - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Natural de Madagascar, a Dracaena reflexa ou Pleomele se adapta bem ao clima brasileiro
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Para as demais regiões, é possível cultivar a Pleomele tanto em ambiente interno quanto em áreas externas, em sol pleno ou a meia sombra, conforme afirmam os especialistas, que compartilham conteúdo sobre plantas no perfil do Instagram @amora.jardins e em um canal no YouTube.

Flávio destaca que a pleomele com bordas da folha de cor creme, que são chamadas de variegatas, são melhor cultivadas a meia-sombra.

É hora de regar?

Já o substrato deve ser rico em matéria orgânica, bem drenável e ser regado assim que começar a secar.

"Existem algumas maneiras que nos ajudam a saber se está na hora da rega, como sentir a umidade do substrato com o dedo ou verificar o peso do vaso.

Um vaso muito leve tem pouca água e evidencia que está na hora de uma nova rega", afirma.

É importante sempre lembrar de não encharcar o substrato, pois isso pode contribuir para o surgimento de fungos/bactérias e culminar na perda da planta. "A observação é o grande segredo para se ter plantas saudáveis e bonitas em casa", completa Fávio.

Luz essencial

Uma boa luminosidade é essencial para a saúde da Dracaena reflexa  - KENPEI - KENPEI
Uma boa luminosidade é essencial para a saúde da Dracaena reflexa
Imagem: KENPEI

Um dos principais segredos para cultivar plantas saudáveis é uma boa iluminação e com a Pleomele não é diferente.

"Quando ela não recebe uma iluminação adequada, pode acabar estiolando (se abrindo para receber a maior quantidade de luz, com maior espaçamento entre as folhas).

Além de uma planta mal desenvolvida, não recebendo a quantidade de luz necessária, ela ainda fica mais suscetível à pragas e doenças", diz André.

E quando o assunto é esse, as pragas mais comuns nas Pleomeles são as cochonilhas e os pulgões. "Se a infestação for pequena, podemos tratar com algumas receitas caseiras, como a calda de detergente, que é muito simples: basta misturar em 1 litro de água, 30 mililitros de óleo mineral (achado em farmácias) e uma colher de sopa de detergente", explica André.

Saiba como evitar problemas com sua Dracaena reflexa  - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Saiba como evitar problemas com sua Dracaena reflexa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"A dica é borrifar nas horas mais frescas do dia e nunca aplicar no sol. Após duas horas podemos tirar o excesso dessa mistura com água, e voltar a planta para o local onde ela estava", completa Flávio.

Já em casos mais severos de infestações, é preciso o uso de inseticida próprio para jardinagem.

Decoração de qualquer ambiente

Com folhas que podem ser completamente verdes, verdes com amarelo ou verdes com branco, a Pleomele pode ser cultivada em ambientes internos ou externos, desde que esses ofereçam as condições básicas para o seu desenvolvimento.

Prefira a de folhas verdes pra locais sombreados e aposte nas mais claras pra ambientes de sol e vento.

Para compor os ambientes, elas podem ser plantadas em vasos menores acomodados em prateleiras e mesas de centro. Mas atenção com pets e crianças, apesar de não encontrarmos registros sobre o grau de toxicidade dessa planta, ela pode provocar reações alérgicas.

Dracaena reflexa se adapta a vários ambientes e tipos de vasos - KENPEI - KENPEI
Dracaena reflexa se adapta a vários ambientes e tipos de vasos
Imagem: KENPEI

A escolha do material do vaso também vai ser certeira para quem quer decorar o espaço com plantas.

"Em ambientes mais rústicos, temos opções em cimento, cerâmica não esmaltada, ou até os cachepots e cestarias, que escondem o vasinho em que a planta está e deixam o ambiente mais requintado", diz André, acrescentando que essa é uma planta que se adapta a qualquer tipo de vaso, desde que tenha furos no fundo para que todo o excesso da água seja drenado.

Adubação

Flávio explica que os adubos e fertilizantes, orgânicos ou minerais, fornecem micro e macro nutrientes para as plantas se desenvolverem em sua melhor forma. Uma planta que não recebe adubação, com o tempo pode perder as folhas, ficar suscetível a doenças e ainda ter suas cores apagadas e sem vida.

Cuidado para não exagerar na adubação de sua Pleomele  - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Cuidado para não exagerar na adubação de sua Pleomele
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Porém qualquer adubo se usado em excesso pode acabar trazendo deformidade e problemas para o desenvolvimento da planta. Por isso devemos respeitar as recomendações descritas do rótulo do fabricante.

Se você é iniciante na jardinagem, recomendamos uma formulação de manutenção como o NPK 10-10-10 ou uma adubação mais natural e completa, como por exemplo os bokashis", finaliza.