PUBLICIDADE
Topo

Antúrio resgata charme de "casa da vovó" com cuidados simples

Clássico das "casas de vó", Antúrio é fácil de manter sempre bonito - Hassan Pasha/Unsplash
Clássico das "casas de vó", Antúrio é fácil de manter sempre bonito
Imagem: Hassan Pasha/Unsplash

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

26/02/2022 04h00

Quem não se lembra de visitar a casa da avó na infância e encontrar por lá muitos antúrios em vasos e canteiros? Resgatando as memórias mais afetivas da infância, a planta, que já esteve muito em alta um dia, hoje se consolida como um clássico para os apaixonados por uma selvinha dentro de casa.

Segundo a paisagista Renata Lopes, o antúrio (Anthurium) é uma das poucas espécies que florescem em ambientes internos e, por isso, se tornou uma queridinha. "Ambientes com boa luminosidade e que peguem o sol da manhã ou do fim de tarde são os preferidos para o cultivo da espécie", destaca.

Para Renata, escolher o lugar certo para colocar o antúrio já vai ser o primeiro passo para obter sucesso no seu cultivo e ver brotar muitas flores.

Mas também é preciso estar atento aos cuidados com a montagem do vaso e a adubação frequente", pontua.

Escolha o lugar certo para a saúde do seu Antúrio - F Almousa/Unsplash - F Almousa/Unsplash
Escolha o lugar certo para a saúde do seu Antúrio
Imagem: F Almousa/Unsplash

Tipos de antúrio

Apesar de a variedade vermelha ser a mais conhecida dos brasileiros, há ainda antúrios nas cores branca, rosa, salmão e marrom.

Se receber os cuidados adequados, as flores do antúrio podem durar até mais de três meses, além de a planta ser capaz de produzir flores novas durante todo o ano, com certa diminuição no inverno.

Antúrio branco - Jeffrey Hamilton/Unsplash - Jeffrey Hamilton/Unsplash
Antúrio branco
Imagem: Jeffrey Hamilton/Unsplash
Antúrios de várias cores - Annie Spratt/Unsplash - Annie Spratt/Unsplash
Antúrios de várias cores
Imagem: Annie Spratt/Unsplash

Sombra, mas não muito

A paisagista explica que, apesar de ser uma planta de sombra, o antúrio não deve ser posicionado em um local assombreado em excesso.

Isso faz a planta ficar mais atrativa para as pragas, que variam entre cochonilhas e ácaros e que podem ser tratados com defensivos orgânicos como o óleo de Neem, por exemplo", afirma.

Exagerar na sombra é um dos piores pecados contra seu Antúrio - tabitha turner/Unsplash - tabitha turner/Unsplash
Exagerar na sombra é um dos piores pecados contra seu Antúrio
Imagem: tabitha turner/Unsplash

Por esse motivo, o ideal é acomodar o vaso próximo a uma janela e não se esquecer de garantir uma boa circulação de ar. "O antúrio é uma planta tóxica, então mantenha ela afastada de pets e crianças curiosas", diz Renata.

Ela explica que não há muita diferença no tipo de material do vaso em que o antúrio será plantado, mas que é importante que a terra preparada esteja sempre bem soltinha. "Isso fará com que a planta se desenvolva com facilidade".

E com relação às regas, a planta gosta de umidade. Fazendo o teste do dedo para confirmar se a terra está seca, é comum precisar regar cerca de três vezes na semana.

Antúrio precisa de adubação bem feita para se manter saudável - Nonik Bela/Unsplash - Nonik Bela/Unsplash
Antúrio precisa de adubação bem feita para se manter saudável
Imagem: Nonik Bela/Unsplash

Adubação

O antúrio é uma das plantas mais marcantes e é simplesmente impossível ficar indiferente a ela na decoração. Para que ela se mantenha sempre vistosa e com as flores sempre lindas, Renata aconselha que seja feita uma adubação periódica, preferencialmente orgânica.

O Bokashi tem os nutrientes necessários para o bom desenvolvimento da planta. Costumo adubar a cada dois meses e funciona super bem por aqui", completa.