PUBLICIDADE
Topo

Singônio: planta rústica e versátil vai dos jardins aos vasos em casa

Ótima para forração de canteiros e jardins, ela também pode ser cultivada em vasos - Getty Images/iStockphoto
Ótima para forração de canteiros e jardins, ela também pode ser cultivada em vasos Imagem: Getty Images/iStockphoto

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

20/11/2021 04h00

Quem acompanha as tendências na decoração de interiores também está sempre de olho nas "plantas da moda", aquelas que chegaram com tudo para ambientar os espaços e são cheias de beleza e apelo estético.

Uma dessas espécies é a singônio, planta rústica e muito disseminada como perfeita para forração de canteiros e jardins, mas que agora também pode ser vista nos vasos dos apartamentos mais moderninhos dos feeds de decoração.

Segundo a bióloga Lenise Silva Lima, que presta consultoria sobre plantas no perfil @lenili.atelier, a singônio é uma planta de fácil adaptação e que até mesmo quem está começando no mundo das plantas não encontrará dificuldades no cultivo.

É uma planta versátil e muito utilizada como forração e pode ser encontrada subindo em outras árvores ou em um tutor (trepadeira) e também ser cultivada em vasos"

A planta pode ser plantada em ambientes externos ou em vasos, para dentro de casa - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
A planta pode ser plantada em ambientes externos ou em vasos, para dentro de casa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Dicas de cultivo

E falando em cultivo, a principal dica para cuidar da singônio é manter o substrato sempre úmido, mas tomando cuidado para não encharcar.

Lenise e seu vaso de singônio rosa - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Lenise e seu vaso de singônio rosa
Imagem: Arquivo pessoal

"Quem mora em um local mais quente, geralmente irá regar semanalmente, de duas a três vezes no verão e de uma ou duas vezes no inverno. Mas é importante ressaltar que, como as temperaturas variam de acordo com a localização, o ideal mesmo é sempre verificar o substrato com o dedo ou um palitinho antes das regas", afirma a bióloga.

Outra dica da especialista é a de borrifar água nas folhas da planta nos dias muito quentes.

Para quem tem dúvidas sobre como plantar, Lenise indica vasos de aproximadamente 15 centímetros de diâmetro para o plantio inicial, pois ele dará espaço para as raízes se desenvolverem bem.

"Vasos de plástico são adequados e, caso o desejo for usar o de barro, recomendo fazer a impermeabilização, já que esse material é bastante poroso", salienta.

Já o solo ideal para plantio é rico em matéria orgânica, bem soltinho e drenável. "Pode-se usar uma mistura de terra vegetal, casca de pinus triturada, chips de coco, perlita e humus de minhoca ou bokashi", detalha Lenise.

As opções de adubo indicadas por ela são o NPK 10/10/10 ou bokashi. "Lembrando sempre que a dosagem e periodicidade da adubação devem ser feitas seguindo as instruções do fabricante, pois adubo em excesso pode causar danos às plantas".

Cultivo dentro de casa

Para cultivar em casa, posicione a singônio em local mais próxima às janelas - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Para cultivar em casa, posicione a singônio em local mais próxima às janelas
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Para quem vai cultivar a singônio em ambientes internos, a dica é acomodar a planta o mais próximo possível de janelas, para que ela tome o sol da manhã ou o do fim da tarde. "Já se a muda for plantada no jardim, é necessário fazer a rustificação, que é o processo de adaptar a espécie aos poucos ao sol", comenta a bióloga.

Aquela dica de ouro para quem tem pets e crianças é manter o vaso de singônio fora do alcance dos bichos e dos pequenos, pois a planta é considerada tóxica.

Se deu tudo certo e a planta está linda, é possível fazer muitas mudas para espalhar por outros vasos ou até presentear amigos.

Corte um pedaço de aproximadamente 15 centímetros e coloque na água. É importante lembrar de trocar a água a cada 2 dias, pelo menos. Espere as raízes crescerem e plante em um vaso com o substrato já indicado"

Segundo a bióloga, uma curiosidade sobre a planta é que quando jovem possui a folha verde clara e quando se desenvolve e chega a fase adulta suas folhas são de um tom mais escuro e bem mais recortadas.

"Também existem variedades rosas, variegadas e cor chocolate/cobre que são lindíssimas!", finaliza Lenise.