PUBLICIDADE
Topo

Alocásias: plantas fascinantes e variadas para iniciantes na jardinagem

Alocasia cucullata, uma das mais encontradas nas lojas de plantas no Brasil - Getty Images/iStockphoto
Alocasia cucullata, uma das mais encontradas nas lojas de plantas no Brasil
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Silvia Montico

Colaboração para Nossa

30/10/2021 04h00

Com mais de 70 espécies, as alocásias são plantas fascinantes e daquelas que encantam à primeira vista. A boa notícia é que, além de lindas, são de fácil cultivo e muito indicadas para jardineiros iniciantes.

De acordo com os paisagistas André Arozio e Flavio Sant'Ana, que compartilham dicas sobre plantas no perfil @amora.mjardins, as Alocásias podem ser cultivadas em diversos espaços, pois têm preferências igualmente distintas.

Algumas preferem a iluminação indireta, como a Alocasia cúprea e outras gostam da exposição solar, como a Alocasia macrorrhizos", exemplifica André.

Alocasia macrorrhizos - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia macrorrhizos
Imagem: Getty Images/iStockphoto
Alocasia Baginda Cuprea - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia Baginda Cuprea
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Particularidades variadas

Não é só com relação à necessidade de luz que as particularidades das alocásias se diferem. Algumas delas, como a Alocásia amazônica, por exemplo, podem passar de 1,5 metro de altura, enquanto outras variedades são menores e mais compactas.

O tamanho de cada espécie vai influenciar na escolha do vaso ideal para cada planta, conforme explicam os especialistas.

Alocasia Amazonica, que pode ficar enorme e exige bom espaço no vaso - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia Amazonica, que pode ficar enorme e exige bom espaço no vaso
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Na hora de escolher o vaso, o ideal é que ele seja proporcional ao tamanho da planta, e a medida que ela for crescendo, já começam a dar sinais de que precisam de um vaso maior.

A dica é olhar as raízes, pois quando começam a sair pelos furos do fundo do vaso, indicam que precisam de mais espaço", detalha Flávio.

Pensar no tipo de material do vaso também é bastante importante, pois o ideal é usar vasos mais impermeáveis, como polietileno e cerâmica esmaltada, e evitar o uso de material muito poroso.

"As Alocásias gostam de solo sempre úmido e a porosidade no vaso faz com que eles absorvam a umidade do solo, o que faz com que a água seque muito mais rápido", explica o paisagista.

Alocasia sanderiana em vaso de cerâmica - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia sanderiana em vaso de cerâmica
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A dica de ouro para quem opta por vasos de materiais mais porosos, como barro e cimento, é que antes de receber a planta eles sejam impermeabilizados.

Espécies mais comuns

São muitas as variedades de Alocásias encontradas nas floriculturas e gardens centers, porém as mais tradicionais e com preços mais acessíveis, segundo os paisagistas, são a Alocasia cucullata e a Alocasia amazonica.

Alocasia cucullata - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia cucullata
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Os cuidados com elas são bem parecidos, por serem plantas nativas de regiões tropicais e subtropicais. Elas preferem o clima quente e úmido, e solo rico em matéria orgânica", afirma André, acrescentando que as plantas não se adaptam bem em regiões muito fritas, principalmente onde ocorram geadas.

Onde acomodar as plantas

Dentro de casa, a dica dos especialistas é acomodar as alocásias em locais com bastante claridade, mas sem sol direto, cuja incidência pode causar queimaduras nas folhas.

Alocasia, popularmente conhecida como orelha-de-elefante - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Alocasia com folhas maiores, popularmente conhecida como orelha-de-elefante
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Algumas espécies de folhas maiores como as chamadas alocásias orelha-de-elefante podem ser cultivadas em locais de sol pleno. Cuidado com o vento, principalmente em sacadas ou área externa, pois por terem folhas muito amplas, elas ressecam facilmente se expostas a esta condição", frisa Flávio.

Por serem plantas com um certo grau de toxicidade, não são indicadas para quem tem crianças e pets em casa.

Adubação e mudas

Para que a planta se desenvolva plenamente, alguns cuidados com a adubação são recomendados. "Como as alocásias preferem o solo rico em matéria orgânica, a adubação ideal é aquela feita com adubos orgânicos, como o bokashi, o húmus de minhoca ou até estercos orgânicos curtidos", diz André.

André Arozio e Flavio Sant'Ana, do @amora.mjardins, e suas alocacias - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
André Arozio e Flavio Sant'Ana, do @amora.mjardins, e suas alocacias
Imagem: Arquivo pessoal

Segundo ele, é importante lembrar que o excesso de adubação também é prejudicial para as plantas e que é necessário sempre usar a quantidade recomendada no rótulo da embalagem do adubo.

Para quem quer fazer mudas de alocásia e espalhar a planta por toda a decoração, é só fazer a divisão da planta pelo rizoma (que são os caules subterrâneos).

"Dividindo cada nova planta com seu respectivo rizoma, ou ainda fazendo a separação das brotações que vão surgindo nas laterais da planta mãe, é só passar em seguida a planta para um vaso novo e seguir com os mesmos cuidados", detalham os paisagistas.