PUBLICIDADE
Topo

Cactos na decoração: saiba tudo para evitar experiência espinhosa

Conheça os tipos de cactos, os cuidados com as plantas e como decorar a casa com eles - Getty Images/iStockphoto
Conheça os tipos de cactos, os cuidados com as plantas e como decorar a casa com eles Imagem: Getty Images/iStockphoto

Dan Novachi e Nathalie Ayres

Colaboração para Nossa

24/04/2021 04h00

Usar plantas na decoração virou tendência pós-isolamento social: quanto mais nos afastamos da natureza lá fora, mais queremos trazê-la para dentro. No entanto, nem todos têm o tal "dedo verde" para cuidar das urban jungles que vemos por aí e, nesse cenário, os cactos parecem uma boa ideia. Afinal, se eles crescem nos ambientes mais secos e inóspitos, por que não viveriam bem em casa?

E apesar de os cactos estarem em alta no Twitter — já que a planta se tornou símbolo da torcida da BBB Juliette, que é bastante ferrenha e ataca a qualquer crítica a sua protegida — saiba que esse tipo de plantinha pede cuidados especiais para não causar problemas na sua casa também.

Para evitar uma experiência espinhosa, preparamos um guia de tudo que você precisa saber antes de encontrar um cacto para chamar de seu!

Se você pensa que cacto é tudo igual, está enganado! A jardinista e especialista em Feng Shui, Thalita Cunha, dona do Instagram @nossa.amora, entrega quais são as principais espécies e como cuidar delas:

Tipos de cacto

Cuidados importantes com os cactos

De modo geral, os cactos ficam melhores quanto menos você mexer neles. "É preciso ter paciência para ver o seu cacto mudar de forma ou florescer então quanto menos ficar mexendo com ele, é melhor", alerta Thalita Cunha.

Segundo Thiago Rosa, jardineiro do @rosa_arida e @jardins_santos, alguns cuidados que são gerais, independentemente da espécie:

  • Necessitam de substrato poroso, normalmente, ligeiramente alcalino, e que possua uma boa vazão de água. É importante que as raízes mantenham se ventiladas;
  • Colocar pedrisco sobre a terra também ajuda a evitar o contato do sol direto na terra, reduz as erosões de chuvas ou regas e previne que as mosquinhas coloquem ovos. Os pedriscos também mantém a parte aérea da planta mais seca;
  • Depois da rega, mantenha a planta em local ventilado, para que a água escorra;
  • Evite mudar uma planta de lugar bruscamente -- do sol pra sombra ou vice versa -- isso pode fazer que a planta fique suscetível a pragas e, posteriormente, patógenos (doenças);
  • Verifique o tipo de vaso: aqueles de materiais mais porosos, como a cerâmica, propiciam uma maior evaporação da água, pedindo maior rega -- se o vaso foi de plástico e grande, pode ser preciso regar apenas a cada dois meses.
Escolha o cantinho certo para colocar o cactos decorativo - Getty Images - Getty Images
Escolha o cantinho certo para colocar o cacto decorativo
Imagem: Getty Images

Os cactos mais recomendados para apartamentos ou casas

Na verdade, a questão principal é quanto sol você tem na sua casa ou apartamento. "Com certeza será necessário que o cacto receba algumas horinhas de sol, portanto próximo da janela sempre será melhor do que na mesa de centro, por exemplo", considera Cunha.

Ela também lembra que lugares altos dificultam a visualização e por isso fica mais fácil de errar o momento da rega.

No entanto, Rosa explica que muitas vezes a elevação ajuda a tornar o ambiente mais árido, o que é benéfico para um cacto. "Quanto mais no alto a planta fica, menos umidade ela vai absorver, o que os cactos adoram: ventilação e clima mais seco". Ou seja, aqui cabe o bom senso: se a planta for pequena, vale a pena deixá-la no alto, desde que você fique atento às suas necessidades.

Cuidados com os espinhos

Cuidado é essencial para lidar com espinhos dos cactos - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Cuidado é essencial para lidar com espinhos dos cactos
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Os espinhos são uma maneira dos cactos reduzirem a perda de água, pois evitam a perda de água pela transpiração. No entanto, algumas pessoas podem ter medo de se machucar. O primeiro passo, mais importante, é jamais arrancá-los, pois isso pode reduzir a sua vida. Existem algumas espécies com menos espinhos, como os cactos amendoim e macarrão, já apresentados.

Na hora de cuidar, use luvas de borracha e papelões como proteção. "Faço isso há mais de quatro anos e nunca tive machucados graves", assegura Cunha. Se ainda assim algum espinho entrar na sua pele, a indicação de rosa é tirá-lo imediatamente, para que não penetre mais profundamente.

"Se você não apresentar reações na hora, é só retirar o espinho e seguir o cuidado normalmente. Mas se houver qualquer sintoma, procure um médico", reforça o jardineiro.

Rosa também nos lembra da importância de não soprar um cacto, já que alguns tipos possuem também microespinhos que podem voar e causar problemas.

Cactos decorativos - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Cactos decorativos
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Crianças e pets

Independentemente da quantidade de espinhos do seu cacto é bom ficar sempre atento ao comportamento dos seus pets ou crianças. Isso porque, algumas vezes a espécie escolhida pode ser tóxica. "Se os pets ou crianças costumam ter curiosidade com as plantas, recomendo que opte por plantas mais seguras e que tenha a certeza de que não será prejudicial", alerta Cunha.

Rosa acredita que o ideal é sempre colocar plantas perigosas fora do alcance de pets e crianças muito pequenas, que ainda não entendem que elas possam ser nocivas.

Dicas de decoração com cactos

Misture diferentes tipos

Assim você consegue um efeito diferente e criativo na casa, criando sua própria urban jungle:

Bom item para a mesinha de escritório

Nesse caso, Thalita Cunha dá até dicas de Feng Shui: "energeticamente as plantas ideais para se ter na mesa do escritório são as que crescem para cima, isso porque tendem a encaminhar a energia que circula no ambiente para a mesma direção. A posição ideal para se ter um cacto em cima da mesa é do lado esquerdo de quem está sentado. Esse é o lado relacionado à prosperidade", recomenda.

Invista em elementos rústicos

Por virem de um clima árido, cactos combinam bem com acessórios de palha, cestos e outros itens mais rústicos.

Harmonize com livros e outros objetos

Assim, você consegue um efeito mais descolado e tira esses itens do óbvio:

Verticalize!

Já que os cactos gostam de lugares altos, aproveite as paredes: use prateleiras, nichos, vasos de parede, macramês e ganchos para pendurar os seus.