PUBLICIDADE
Topo

Árvore primavera de 45 anos é xodó de moradores de bairro em São Paulo

O motivo de desvios de caminhos e paradinhas para foto - Arquivo pessoal
O motivo de desvios de caminhos e paradinhas para foto Imagem: Arquivo pessoal

Gabrielli Menezes

De Nossa

22/01/2021 09h51

Uma casa na rua Desembargador do Vale, no bairro da Pompeia, em São Paulo, tornou-se uma verdadeira atração para os moradores. Localizado entre a Rua Barão do Bananal e a Avenida Pompeia, o imóvel é apenas pano de fundo para o que está no jardim: uma suntuosa árvore primavera.

Com cerca de 45 anos, suas flores ultrapassam os limites do portão e fazem a alegria de quem mora perto. De acordo com fotógrafo Paulo Preto, dono da casa, é frequente ver pessoas estacionando o carro para registrá-la.

Há pouco tempo, Paulo descobriu que seu jardim era tema constante de conversas num grupo fechado de Facebook de moradores de Pompeia, Perdizes e região. O motivo da euforia, felizmente, era positivo. Entre fotos de diferentes ângulos aparecem comentários como "absurdamente linda" e "tenho paixão por essa árvore".

Paulo decidiu, então, contar para os "fãs" que a planta mais famosa da vizinhança havia sido plantada pelo seu pai, Álvaro Batista Preto. Em entrevista a Nossa, ele disse que o pai era operário da indústria têxtil e conseguiu comprar a casa dividida em inúmeras prestações na década de 1970, quando o bairro tinha um perfil socioeconômico diferente.

Árvore Pompeia - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Plantada em 1976, cresceu e ocupou o jardim
Imagem: Arquivo pessoal
Árvore Pompeia - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Plantada pelo pai e cuidada pelo filho
Imagem: Arquivo pessoal

Amigos de Álvaro falavam para ele utilizar o espaço construindo uma outra garagem. "Mas ele só tinha um carro, não faria sentido. Uns anos depois ele resolveu fazer um jardim e plantar flores para deixar a fachada mais alegre e colorida", diz Paulo. À época, a primavera da família não passava de um arbusto de pouco mais de 40 centímetros.

De acordo com Paulo, as flores começam a aparecer na própria Primavera e chegam no auge em dezembro e janeiro. "Meu pai morreu em 2012 e chegou a vê-la florida, mas não tão exuberante como nos últimos cinco anos".

Às vezes a gente fica imaginando ele feliz vendo o encanto que ela tem provocado".

Quem cuida da árvore é o próprio Paulo que, apesar de dizer que não entende muito de botânica, mantém os galhos aparados e fica atento para que eles não atrapalhem a passagem na calçada. "É bacana ver que, num momento tão complicado da nossa vida, as pessoas ainda enxergam beleza na natureza".

Nativa do Brasil

A primavera (Bougainvillea glabra) é arbusto de origem nacional, presente em áreas de Caatinga e Mata Atlântica. As folhas são pequenas e brilhantes. Nos ramos, possui espinhos.

As floradas fazem com que ela se destaque de outras espécies nativas. A cor rosa, no entanto, não é proveniente flor, que é amarela, mas das bácteas, como são chamadas as folhas que envolvem as verdadeiras flores. As bácteas são brancas, vermelhas ou laranjas.