PUBLICIDADE
Topo

Filmes antigos inspiram sobrado com paredes terracota e cheio de plantas

Meu Apê - Micaela - Arquivo Pessoal
Meu Apê - Micaela
Imagem: Arquivo Pessoal

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

08/10/2020 04h00

Muitas coisas inspiram Micaela di Corrado. Mas os filmes da nouvelle vague ganham de todas as fontes digitais. Em vez de manter pastinhas no Pinterest, ela busca em obras do cinema como Pierrot le Fou (1965), dirigido por Jean-Luc Godard, cores e sensações para transformar o sobrado onde mora com o marido, Renan Penatti, o cão Charlie e os gatos Tintim e Margot.

A dupla morava em Buenos Aires, na Argentina, até dois anos atrás, quando resolveram desacelerar e se mudar para Camboriú, onde estão baseados atualmente. De lá ela trouxe algumas plantas. Quando viu, já eram mais de 200 espécies.

MIcaela di Corrado - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
MIcaela di Corrado
Imagem: Arquivo Pessoal

Na busca por entender como cuidar delas, começou a compartilhar as dicas em seu instagram, o @micaeladicorrado. Pronto: de professora de idiomas e tradutora tornou-se produtora de conteúdo. E das boas.

Os amigos pediam dicas e ela simplesmente juntou os conhecimentos que permeavam sua carreira: audiovisual, decoração e as habilidades de professora. Deu certo.

Encontre lá vídeos sobre como fazer incensos e secar folhas para fazer quadros — uma "bruxa do bem", ela garante. "Somos veganos e gostamos de tudo que é natural, orgânico... Isso desperta o interesse nas pessoas", conta.

Paredes coloridas

Decoração na sala de Micaela - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Decoração na sala de Micaela
Imagem: Arquivo Pessoal
Pintura geométrica na parede - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Pintura geométrica na parede
Imagem: Arquivo Pessoal

Ao chegar a este imóvel, Micaela viu um prato cheio: paredes brancas para colorir. Assim veio à tona sua paleta de tons de terracota, que dá match com o verde das plantas. "A decoração foi bem lenta."

A pintura já deu um clima completamente diferente à casa. No mais, os móveis foram feitos por eles com a ajuda da mãe de Micaela, Laura, que ama o "faça-você-mesmo". "O único profissional que contratamos foi instalador elétrico."

O mais difícil de fazer? "As prateleiras para a coleção de livros. Tivemos que fazer muitos furos para as mãos francesas. Começamos num fim de domingo e não estava nem perto de terminar", ri.

Sou da decoração afetiva, do feito à mão. Nunca tive dinheiro pra comprar o que queria, por isso sempre usei criatividade reaproveitando móveis e criando prateleiras com restos de madeira".

A próxima aventura é repaginar o quintal e trazer plantas novas. "Ainda tem o quarto de hóspedes, ou melhor, dos gatos. É bom ter um lugar que ainda não decorei, fica aberto a muitas possibilidades", diz ela, já com mil ideias em mente.

Dicas de Micaela para dar alma à casa

Micaela compartilha algumas dicas para renovar a decoração do seu lar - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Micaela compartilha algumas dicas para renovar a decoração do seu lar
Imagem: Arquivo Pessoal
  • O mais importante para Micaela é reaproveitar, ressignificar. "Antes de comprar, veja se não dá pra fazer outra coisa com o móvel que você já tem em casa. Veja de outro ângulo, sempre dá pra reaproveitar ou dar um novo uso a ele."
  • Faça garimpos. "Assim você encontra coisas autênticas, originais, que ninguém tem. Brechós de móveis são ótimos aliados nessa busca".
  • Plantas e tinta nas paredes: encare com força. "Não tem erro com essa dupla! É complexo combinar cores, mas use as complementares, que acalmam, que trazem aconchego e use a criatividade. Geometrias e formas orgânicas, numa cabeceira, por exemplo, são uma ótima pedida. Ainda mais que encontrar uma boa cabeceira não é fácil."
  • Tenha consciência da sua casa, antes de ter plantas e bichos. "Busque saber onde tem luz, onde não tem. Plantas são seres vivos e têm necessidades. Por isso, pesquise as espécies que se adaptam a essas condições. Em casas bem iluminadas é mais tranquilo cultivá-las. Mas pense ainda no tempo que há disponível para cuidar e fazer a manutenção que elas exigem".

@s que me inspiram

@aalmadacasa

É um perfil muito focado na decoração afetiva, algo muito presente na minha vida. Amo o jeito de contar as histórias da casa pelo viés do sentimento e da personalidade que existem ali, não só pela estética.

@ideiasdiferentes

Eles mostram as casas reais das pessoas e dão ideias de como podemos decorar com criatividade. É um perfil bem alinhado com a minha forma de ver a decoração: há muitas coisas feitas pelos moradores.