PUBLICIDADE
Topo

LATAM anuncia nova redução de 95% de suas operações em abril

A empresa já havia anunciado uma redução de 70% há duas semanas - Getty Images
A empresa já havia anunciado uma redução de 70% há duas semanas
Imagem: Getty Images

02/04/2020 12h02

A companhia aérea LATAM, a maior da América Latina, anunciou nesta quinta-feira uma nova redução de suas operações, de 95%, durante abril, devido às restrições impostas pelos países para enfrentar o coronavírus.

A empresa, de capital chileno e brasileiro, já havia anunciado uma redução de 70% há duas semanas, quando pediu ajuda estatal para enfrentar a crise inédita na aviação comercial.

"A medida será avaliada permanentemente em função das restrições de viagens nos diversos países e da demanda", afirmou a LATAM em um comunicado.

Durante abril, a companha deve manter alguns voos domésticos no Brasil e Chile, com a suspensão total no Peru, Argentina, Colômbia e Equador por razões regulatórias.

Quanto aos voos internacionais, a LATAM vai operar frequências limitadas entre Santiago e São Paulo, de Santiago a Miami e Los Angeles, assim como voos de São Paulo a Miami e para Nova York, enquanto as operações de carga não serão limitadas.

A medida adotada pela LATAM ilustra a dificuldade do setor aéreo e o impacto econômico da pandemia na América Latina, seguindo a tendência das medidas similares tomadas pelas principais companhias aéreas do mundo.

"A envergadura e imprevisibilidade desta crise tornam difícil antecipar resultados. É por isto que vamos precisar de apoio dos governos para superar a maior crise da história para os setores de turismo e aviação civil", afirmou o novo diretor executivo da LATAM, Roberto Alvo, há duas semanas.

A empresa, que surgiu após a fusão da chilena LAN com a brasileira TAM, voava para 145 destinos em 26 países antes da crise.