PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Contraprova confirma doping, mas dúvidas fazem FIVB derrubar suspensão de Solberg

Pedro Solberg foi flagrado no dia 30 de maio - FIVB/Divulgação
Pedro Solberg foi flagrado no dia 30 de maio Imagem: FIVB/Divulgação

Do UOL Esporte

Em São Paulo

11/08/2011 10h08

A quinta-feira começou agitada para o jogador de vôlei Pedro Solberg. Primeiro, o brasileiro foi informado que o resultado da contraprova do seu exame antidoping deu positivo, porém pouco tempo depois a FIVB (Federação Internacional de Vôlei) derrubou a suspensão de Solberg após receber uma carta de Eduardo de Rose, médico responsável pelo programa antidoping do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), segundo informações da SporTV.

O atleta deve ser julgados nas próximas semanas pela FIVB. Solberg afirmou que não pode ser punido por algo que não fez. “Pela carta que recebi do Dr. De Rose, existem vários indícios que geram dúvidas. A suspensão caiu baseada neste fato. Não seria justo eu ser punido por algo que não fiz”, afirmou em entrevista ao canal pago.

A suspensão preventiva de Solberg foi anunciada no dia 13 de julho após testar positivo para o esteroide exógeno androstane em exame realizado em 30 de maio, no Rio de Janeiro. O jogador pediu a contraprova, que deveria ter saído na semana seguinte, porém a demanda dos Jogos Militares e um erro do Ladetec atrasaram o processo.

Solberg afirmou que pretende disputar a próxima etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia, que acontece semana que vem na Finlândia. Antes do anúncio do doping, Solberg tinha desfeito a dupla com Pedro Cunha e anunciado que jogaria ao lado do campeão olímpico Ricardo.

Vôlei