PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #58: Covid no Fla, Grêmio x Palmeiras, São Paulo na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

21/09/2020 11h55

Poucos dias após a goleada por 5 a 0 sofrida para o Independiente Del Valle, além da pressão sobre o técnico Domènec Torrent, o Flamengo passou a encarar mais um problema no Equador na véspera do jogo contra o Barcelona de Guayaquil, também pela Libertadores. Além de treino impedido pelas cinzas de um vulcão, o time rubro-negro teve seis jogadores que testaram positivo para a covid-19 e não podem atuar na noite de amanhã.

No podcast Posse de Bola #58, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam o turbilhão vivido pelo Flamengo nos últimos dias e os casos de covid-19 no futebol ao mesmo tempo em que há dirigentes de clubes e políticos interessados na volta do público aos estádios no Rio de Janeiro, enquanto o Corinthians ameaça não entrar em campo se houver autorização apenas para os clubes cariocas.

Juca Kfouri critica o regulamento da Conmebol, que mantém o jogo confirmado mesmo diante do alto número de jogadores infectados do Flamengo, que está enviando jogadores para complementar a delegação no Equador e entrar em campo contra o Barcelona. Ele também cita a ironia de ocorrer o caso justamente com o clube que liderou a volta do futebol no Brasil sem que houvesse a redução no número de infectados e mortos pela doença na pandemia.

"Está lá no regulamento: 'se houver sete jogadores em condições de jogo, haverá o jogo. É o total descaso com a vida, mas que tem a ver com a ironia quando eu digo, foi o senhor Landim, com o senhor Bolsonaro que inventaram de o futebol voltar na América do Sul mais rapidamente do que deveria. E está aí o preço", diz Juca.

"É uma irresponsabilidade absurda. Eu espero que isto não aconteça, com as duas mãos juntas, mas a gente corre o risco de ver um jogador de futebol morrer por causa dessa porcaria dessa covid-19. Isso não é brincadeira, e aí eu quero ver quem assume a responsabilidade. Lembro, a CBF é cúmplice disso tudo", completa o jornalista.

Mauro Cezar Pereira aponta o total de desfalques do Flamengo, com quatro jogadores lesionados e um suspenso, além dos seis casos positivos de covid-19. Ele questiona ainda o protocolo da CBF, que permitiu que Fred, do Fluminense, jogasse o clássico com o Flamengo por ele ter dado negativo no teste, mas com sua mulher tendo testado positivo. Ele ressalta ainda que é leviano apontar Fred pela contaminação dos jogadores flamenguistas, como alguns torcedores se manifestaram.

"Tem muita gente nas redes sociais apontando o dedo para o Fred como o responsável por esses jogadores infectados. Só para lembrar o seguinte, o Fred não jogou contra o São Paulo porque a mulher dele estava infectada com a covid-19. Aí ele fez um teste antes do Fla-Flu, deu negativo e jogou. Passou o Fla-Flu, ele fez outro teste, deu positivo. Óbvio que ele já estava infectado no Fla-Flu. Agora, não dá para alguém afirmar que foi no Fla-Flu que o Fred passou para outras pessoas", diz Mauro.

"A gente não pode ficar associando quando nos convém que o cara jogou e por isso passou, ninguém sabe. Agora, o protocolo da CBF é bizarro, porque se o cara tem a mulher dele, que mora com ele, vive com ele, ele não poderia jogar na quarta-feira. Não estou dizendo que o Fred passou o vírus para os jogadores do Flamengo. Não há como alguém afirmar isso, é leviano alguém afirmar isso, mas ele não poderia estar em campo. Se ele foi tirado do jogo com o São Paulo porque ele estava com suspeita porque a pessoa com quem ele convive estava infectada, não poderia jogar", completa.

Arnaldo Ribeiro comenta o São Paulo desfalcado de Daniel Alves contra a LDU, com o jogador ainda se recuperando de uma fratura no antebraço direito, ao mesmo tempo em que o camisa 10 do time postou um vídeo nas redes sociais batucando.

"Por mais que ele seja malucão, toda hora está no Instagram fazendo alguma coisa, com especificamente o braço fraturado mostrando que está em boas condições me fazem, digamos, mais uma vez pensar que São Paulo é esse", diz Arnaldo Ribeiro.

O programa também analisa o desempenho do Palmeiras contra o Grêmio, em mais um empate dos dois times no Campeonato Brasileiro, o empate entre Santos e Botafogo, o Atlético-MG assumindo a liderança após nova derrota do Internacional, e a movimentação nos bastidores pela volta da presença de público nas partidas de futebol no Brasil.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.