PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Solari diz que Real está aflito, mas determinado a reagir

30/10/2018 13h21

Por Rik Sharma

MADRI (Reuters) - O técnico interino do Real Madrid, Santiago Solari, disse que o elenco está aflito, mas determinado a reverter seu início de temporada desanimador.

Julen Lopetegui foi demitido na segunda-feira, depois de quatro meses e meio no cargo, e substituído por Solari, treinador do time B do Real que enfrentou a mídia pela primeira vez nesta terça-feira.

"Encontrei um grupo aflito, mas ansioso para começar a reverter a situação", disse Solari aos repórteres depois de supervisionar sua primeira sessão de treinamento.

"É um grupo de campeões e guerreiros, não é a situação mais fácil, mas vejo que eles querem revertê-la."

O Real está em nono na tabela após ser goleado por 5 x 1 pelo Barcelona no domingo. A tarefa inicial de Solari é um confronto com o Melilla, da terceira divisão, na partida de ida da segunda rodada da Copa do Rei na quarta-feira.

Mas ele diz que a viagem até o minúsculo enclave espanhol autônomo no norte da África é uma chance de voltar aos trilhos.

"A ideia é ir a Melilla e mostrar muita personalidade. Tenho grandes esperanças. Trabalhar no Madrid é uma grande oportunidade".

Solari torcerá para seguir os passos de Zinedine Zidane, que também treinava o time B quando Rafael Benítez foi demitido em janeiro de 2016.

Zidane levou o Real à conquista de três troféus consecutivos da Liga dos Campeões, mas Solari não incentiva comparações com o francês.

"Temos que deixar Zidane em paz, ele é uma das maiores lendas do Madrid", acrescentou. "Zizou não pode ser descrito, temos que deixá-lo em paz em sua grandeza."

Solari, que trocou o Atlético de Madri pelo rival Real em 2000, jogou com Zidane no meio campo do time entre 2001 e 2005 e depois foi para a Inter de Milão.

O ex-jogador da Argentina voltou ao Real em 2013 para assumir um de seus times juvenis e foi promovido para treinador do time B em 2016.

Esporte