PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coritiba se manifesta e envia nota sobre caso de racismo no Sub-20

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

25/05/2022 22h34

Coritiba

O jogador do Sub-20 do Coritiba, acusa ter sofrido racismo, na ultima partida pelo Campeonato Paranaense da categoria. O jogo era contra o A.A Batel em Guarapuava e a partida chegou a ser paralisada por cerca de oito minutos.

Pedrinho, jogador do Coritiba, é vitima de racismo em jogo do Sub-20

Após cinco dias de espera, o clube se manifestou nesta quarta-feira (25), o Coxa enviou uma nota em que diz repudia a ação e afirma que está dando todo o apoio psicológico e jurídico da instituição para o atleta.

Para saber tudo do Coritiba, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

CONFIRA A NOTA

Após criteriosa averiguação do caso, o Coritiba Foot Ball Club vem a público comunicar que na tarde de hoje (25) foi realizado o devido boletim de ocorrência em virtude do episódio de racismo sofrido pelo nosso jovem jogador Pedro Arthur, durante a partida entre A.A Batel x Coritiba, pela 2ª rodada do Campeonato Paranaense sub-20, no último sábado (21).

O clube repudia todo e qualquer ato de racismo, crime previsto pela Constituição Federal e acompanhará de perto os desdobramentos das investigações no âmbito criminal e da justiça desportiva. O atleta segue recebendo todo o apoio psicológico e jurídico da instituição.

O Coritiba é contra toda e qualquer atitude discriminatória e reafirma o seu compromisso na luta contra o racismo no futebol.

O Batel também soltou uma nota, onde afirma que o atleta do clube não cometeu nenhum ato racista.

NOTA DO BATEL

Sobre o suposto episódio de racismo repercutido nas redes sociais e ocorrido no Sábado, pela 2ª rodada do Campeonato Paranaense Sub 20, em Guarapuava, a diretoria vem através dessa nota, esclarecer que nosso atleta não cometeu nenhum ato racista.

A diretoria ouviu o atleta que explicou o ocorrido em campo, onde o mesmo não deferiu palavras racistas contra o atleta adversário. Diante desse fato, a direção do Batel, acompanhou o atleta do clube até a delegacia para fazer um boletim de ocorrência contra as pessoas que estão acusando o atleta indevidamente.

O Batel repudia todo e qualquer ato de racismo e discriminação e agradece às autoridades pela atenção no apoio prestado. Esse fato só reforça a importância de nossa luta por um futebol sem ódio e sem julgamento precipitado para não atingir ninguém.

Futebol