PUBLICIDADE
Topo

Esporte

PSG bate City com 1º gol de Messi; Real é surpreendido, e Liverpool goleia

28/09/2021 21h48

Redação Central, 28 set (EFE).- Em um dos confrontos mais aguardados de toda a fase de grupos desta edição da Liga dos Campeões, Lionel Messi marcou seu primeiro gol com a camisa do Paris Saint-Germain e ajudou o time francês a vencer o Manchester City por 2 a 0 no Parc des Princes nesta terça-feira.

Entre outros jogos pela segunda rodada do torneio continental, o Real Madrid foi surpreendido e perdeu para o Sheriff, da Moldávia, por 2 a 1 em casa, enquanto o Liverpool goleou o Porto por 5 a 1 no Estádio do Dragão, com dois gols de Roberto Firmino, e o Milan levou a melhor sobre o Atlético de Madrid em Milão.

No duelo em Paris, logo aos sete minutos de bola rolando, o PSG fez 1 a 0. Em meio a um trio de ataque badalado, formado por Neymar, Lionel Messi e Krylian Mbappé, quem balançou a rede foi um volante. Gueye ficou com a sobra depois de furada de 'Ney', ajeitou e acertou um chute no ângulo de Ederson.

O goleiro foi o único brasileiro entre os titulares dos 'Citizens', enquanto o volante Fernandinho e o atacante Gabriel Jesus foram reservas, mas apenas o ex-jogador do Palmeiras foi acionado por Josep Guardiola. Pelo PSG, além de Neymar, esteve em campo o zagueiro e capitão Marquinhos.

O empate poderia ter acontecido aos 25 minutos, mas o City desperdiçou uma chance incrível. De Bruyne cruzou de trivela da esquerda e Sterling cabeceou no travessão. No rebote na pequena área, com o goleiro Donnarumma caído, Bernardo Silva também acertou o travessão.

O atual vice-campeão tinha mais a bola e criava as melhores chances, mas quem marcou de novo foi o PSG, derrotado na final na temporada 2019-2020. Messi tabelou com Mbappé, que devolveu de calcanhar, e concluiu na gaveta, sem qualquer chance para Ederson.

O resultado levou os comandados do técnico Mauricio Pochettino à liderança do grupo A, com quatro pontos, enquanto o City é terceiro colocado, com três. Entre os dois, aparece o Club Brugge, que surpreendeu com um triunfo de virada sobre o RB Leipzig por 2 a 1 na Red Bull Arena. A equipe alemã ainda não pontuou e segura a lanterna.

ZEBRA PASSEIA PELO BERNABÉU.

A zebra deu as caras no Santiago Bernabéu aos 24 minutos do primeiro tempo. O brasileiro Cristiano, ex-jogador de Criciúma e Volta Redonda, entre outros, foi lançado no contra-ataque e cruzou para Yakhshiboev marcar de cabeça.

Cristiano teve dois compatriotas como companheiros em campo, o lateral-direito Fernando Constanza e o atacante Bruno. Pelo Real, Éder Militão, Casemiro e Vinícius Júnior apareceram na formação inicial, e Rodrygo entrou no decorrer do duelo.

O Real ainda buscou o empate depois do intervalo, aos 19 minutos, em pênalti sofrido por Vini. Benzema converteu e deixou tudo igual. Porém, aos 44, Traoré aproveitou cobrança de lateral para a área e preparou para Thill finalizar no ângulo.

Com a façanha, o primeiro time moldavo a disputar a Champions aparece no topo da tabela do grupo D, com seis pontos, três a mais que o tridecacampeão da competição, ainda em segundo lugar. Shakhtar Donetsk e Inter de Milão, que mais cedo ficaram no 0 a 0 em Kiev,

LIVERPOOL GOLEIA.

No Estádio do Dragão, o Liverpool começou a construir o placar elástico ainda na etapa inicial. Salah fez 1 a 0 aos 17 minutos, aproveitando rebote do goleiro Diogo Costa, e Mané aumentou a diferença aos 44, depois de cruzamento fechado de Henderson.

Salah voltou às redes aos 14 minutos do segundo tempo, após boa jogada de Jones. O Porto até esboçou uma reação e descontou aos 29, com Tarimi, mas dois minutos depois Firmino se beneficiou de saída errada de Diogo Costa e assinalou o quarto dos 'Reds'. O brasileiro, que havia substituído justamente Salah, fechou a conta aos 37.

Além de Firmino, o time inglês contou com o goleiro Alisson e o volante Fabinho, ambos titulares. Pelos 'Dragões', atuaram o meia Otávio, substituído nos instantes iniciais devido a uma lesão, o lateral-esquerdo Wendell e o atacante Pepê, esses dois saídos do banco.

A vitória garantiu ao Liverpool a liderança isolada do grupo B, visto como o grupo da morte desta Champions, enquanto o Porto soma um ponto e é terceiro.

ATLÉTICO VIRA SOBRE O MILAN.

O grupo B teve ainda a vitória agônica do Atlético de Madrid, de Felipe e Renan Lodi, sobre o Milan por 2 a 1 de virada no San Siro, com direito a gol de pênalti de Luis Suárez aos 51 minutos da segunda etapa.

O grande nome do primeiro tempo em Milão foi Rafael Leão, que abriu o placar aos 21 minutos e ainda acertou um chute de bicicleta no travessão. Por outro lado, aos 28, os 'Rossoneri' ficaram com um homem a menos devido à expulsão de Kessié.

Com um a mais, os 'Colchoneros' foram para cima depois do intervalo, obtiveram a igualdade aos 38 minutos, e viraram com a penalidade de 'Luisito' no apagar das luzes.

Pelo grupo C, o Borussia Dortmund, de Reinier, derrotou o Sporting, de Matheus Reis, Matheus Nunes e Bruno Tabata, por 1 a 0. Com seis pontos, os 'Aurinegros' dividem a ponta da chave com o Ajax, que mais cedo venceu o Besiktas por 2 a 0 em Amsterdã. A equipe turca e os 'Leões' ainda não pontuaram.

Esporte