PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uefa anuncia que não dará sequência a processos contra clubes da Superliga

27/09/2021 22h44

Madri, 27 set (EFE).- A Uefa anunciou que, por enquanto, não dará prosseguimento aos procedimentos legais contra os clubes envolvidos na Superliga, mas fez questão de frisar que continua com uma posição firme contra a iniciativa.

A entidade presidida pelo dirigente esloveno Aleksander Ceferin fez o anúncio depois que o 17º Tribunal de Comércio de Madri ter solicitado, em 20 de abril, que dentro de cinco dias fornecesse provas documentais de que cumpriu com as medidas de precaução que adotou para evitar sancionar os clubes envolvidos - Real Madrid, Barcelona e Juventus.

Como confirmado pela Agência Efe, a Uefa mantém firmemente sua posição sobre a chamada Superliga e as ações dos clubes envolvidos e que sua decisão de não prosseguir com os procedimentos legais em andamento não afeta isso.

A entidade continuará lutando para fazer o necessário para deter a chamada Superliga e qualquer outra forma de liga que a deixa à margem, respeitando os procedimentos legais.

A Uefa iniciou uma investigação disciplinar em maio sobre uma possível violação de sua estrutura legal por Real Madrid, Barcelona e Juventus - os únicos três clubes dos 12 membros fundadores que não renunciaram à ideia da Superliga -, mas depois suspendeu os procedimentos por decisão de seu Comitê de Apelações independente.

Em seguida, informou que entendia que essa permanência era necessária, mas declarou que continuaria defendendo sua posição em todas as jurisdições relevantes. Apesar do anúncio da suspensão do processo, o chefe do tribunal de Madri, Manuel Ruiz de Lara, pediu o arquivamento do processo.

Esporte