PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Estado de emergência será prorrogado em Tóquio até o fim de agosto

30/07/2021 12h39

Tóquio, 30 jul (EFE).- O governo do Japão prorrogou até o final de agosto o estado de emergência vigente na região metropolitana de Tóquio e ainda ampliou a medida para outras zonas vizinhas, devido ao aumento no número de casos do novo coronavírus.

A decisão anunciada hoje, durante a realização dos Jogos Olímpicos na capital japonesa, afetará também a prefeitura (governo regional) de Osaka, na prática, implicando em restrições para as operações de bares e restaurantes, principalmente.

O primeiro-ministro do país asiático, Yoshihide Suga, indicou que as novas medidas estão voltadas para conter o "rápido aumento do contágio" que está sendo observado nestas regiões, com preocupação especial sobre a maior incidência de novas variantes.

Hoje, a região de Tóquio registrou mais 3.300 positivos, um dia depois de anunciar que eram 3.865 notificações de infectados, quase o dobro do que tinha sido verificado uma semana atrás.

Em todo o Japão, a quantidade de casos diários superou ontem a barreira dos 10 mil pela primeira vez desde o início da pandemia.

Nas regiões metropolitanas de Tóquio e Osaka, as mais povoadas do país, os contágios seguem aumentando "mais rápido do que nunca", conforme garantiu Suga, que lembrou, principalmente, dos positivos relacionados à variante delta.

O estado de emergência já estava vigente em Tóquio desde antes do início dos Jogos Olímpicos e será prorrogado até o fim de agosto, quase dez dias além do previsto pelas autoridades japonesas. A medida também passará a valer nas prefeituras de Saitama, Chiba e Kanagawa.

Além disso, em outras cinco regiões, o nível de alerta pela propagação do novo coronavírus será elevado ao máximo possível, de acordo com a decisão do governo.

Assim, bares e restaurantes terão horários restritos, haverá proibição da venda de álcool, o que já está vigente na região que abrange a capital do Japão.

Esporte